WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura de pocoes








cobra produtora marcus solla acougues angelica fabricio


BA registra 5.832 casos de Covid-19 nas últimas 24h e se aproxima do pico registrado em julho; n° é o 2° maior desde o início da pandemia

BA registra 5.832 casos de Covid-19 nas últimas 24h e se aproxima do pico registrado em julho; n° é o 2° maior desde o início da pandemia — Foto: Valter Pontes/Secom Prefeitura de SalvadorA Bahia registrou 5.832 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo maior número desde o início da pandemia, de acordo com as informações divulgadas pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) na tarde deste sábado (16).

De acordo com a Sesab, o número é reflexo das festas e aglomerações ocorridas no final do ano e da retomada das notificações por parte de alguns municípios que tiveram as equipes de vigilância reestruturadas devido às novas gestões.

O recorde do número de casos, dentro de 24 horas, ocorreu em 22 de julho, quando foram contabilizados 6.401 casos. Na sexta-feira (15), o estado havia registrado o segundo maior número de casos da pandemia, 5.471, mas esse total foi superado neste sábado e passou a ser o terceiro.

Segundo dados do boletim, 31 mortes foram registradas em datas diversas. O estado contabiliza 534.371 pessoas contaminadas pela doença e 9.606 mortes desde o início da pandemia, o que representa uma letalidade de 1,80%. Do total de casos, 512.176 já são considerados recuperados e 12.589 encontram-se ativos.

Nesta sexta, o governo divulgou o plano de imunização estadual, que será dividido em quatro etapas, e disse que está preparado para vacinar 5,08 milhões de pessoas até maio. Cada fase da campanha de vacinação terá a duração de um mês. A previsão é de que a vacinação comece na manhã da próxima quarta-feira (20).

O decreto que suspende shows, além das aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada em toda a Bahia também foi prorrogado. A publicação vale até o dia 30 de janeiro.

Salvador é a cidade onde há o maior número de casos proporcionais de pessoas atingidas pela doença: 22,5% do total. Dentre os municípios com maior incidência por 100 mil habitantes, as cidades que registram o maior coeficiente são Ibirataia (10.671,37), Muniz Ferreira (8.811,64), Conceição do Coité (8.608,06), Itabuna (8.378,55), Itororó (8.276,91).

De acordo com a Sesab, o boletim epidemiológico contabiliza ainda 935.870 casos descartados e 131.045 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17h deste sábado.

As informações detalhadas no boletim podem ser acessadas no site da secretaria e também em uma plataforma disponibilizada pelo órgão na internet. Segundo o mesmo documento, 38.561 profissionais da Saúde testaram positivo para a Covid-19 em todo o estado.

Mortes por raça, cor e sexo

BA registra 5.832 casos de Covid-19 nas últimas 24h e se aproxima do pico registrado em julho; n° é o 2° maior desde o início da pandemia — Foto: Valter Pontes/Secom Prefeitura de Salvador

Dentre os óbitos registrados na Bahia, 56,56% ocorreram no sexo masculino e 43,44% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 55,04% corresponderam a parda, seguidos por branca com 19,36%, preta com 14,69%, amarela com 0,65%, indígena com 0,12% e não há informação em 10,14% dos óbitos.

O percentual de casos com comorbidade foi de 70,86%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,59%).

Número de leitos

 

Dos 2.031 leitos disponíveis no estado, 1.264 estão ocupados, o que representa uma ocupação geral de 62%.

Do total de leitos na Bahia, 984 são para atendimento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto e, neles, a ocupação é de 73% (723). A ocupação nos leitos de UTI pediátrica é de 49%, com 17 das 35 unidades ocupadas.

Já as unidades de enfermaria adulto estão com 51% da ocupação (494 leitos ocupados) e a pediátrica, com 64% (30 leitos ocupados).

Em Salvador, 70% dos leitos de UTI adulto estão ocupados e 59% das UTIs pediátricas encontram-se em uso. As enfermarias na capital baiana registram uma ocupação de 68% para adulto e 81% para pacientes da pediatria.

Luto na região: Morre dra. Maria José, primeira dama de Nova Canaã

Infelizmente, faleceu neste sábado (16), a primeira dama do município de Nova Canaã, doutora Maria José. Ela estava internada há algumas semanas no Hospital Samur, em Vitória da Conquista, tratando da Covid-19.

Dona Maria José, era médica e filantrópica. Recentemente, o marido dela e prefeito de Nova Canaã, Marival Fraga também testou positivo para a doença, chegou a ficar internado, mas já se curou.

No início de janeiro, dois secretários da administração municipal também perderam a vida para a Covid. Aos familiares e amigos de Dra, Maaria José, os sinceros sentimentos de pesar do pocoes24horas

BOLETIM COVID-19 POÇÕESBA 15/01/2O21

A PREFEITA DE POÇÕES DONA NILDA ESTEVE HOJE EM SALVADOR ONDE RECEBEU NA SESAB UMA VAN PELO DEPUTADO ESTADUAL FABRÍCIO FALCÃO QUE SERA USADA NA SECRETARIA DE SAÚDE DA CIDADE

Em atividade de entrega de equipamento para saúde de poções com nossa prefeita dona Nilda, dr Otto, o secretário da Serin Jonival Lucas e o excelente secretário da saúde, Dr Fábio vilas Boas!

Brasil ultrapassa 208 mil mortes por Covid, com 1.131 nas últimas 24 horas

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta sexta-feira (15).

O país registrou 1.131 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 208.291 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 964. A variação foi de +37% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de crescimento nos óbitos pela doença.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 8.394.253 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 68.138 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 54.048 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de +51% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de crescimento também nos diagnósticos.

Quinze estados estão com alta nas mortes: PR, MG, RJ, SP, GO, MT, AM, AP, RR, TO, AL, CE, PE, PI e SE.

O Amazonas registrou recorde de mortes em 24 horas desde outubro, com 113 óbitos. Nas duas únicas datas em que esse número foi maior, isso decorreu da reclassificação de óbitos antigos pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) de Manaus. Na época, esse processo de revisões fez somar mais de uma centena de casos aos registros diários de 2 de setembro e 1º de outubro no estado.

Brasil, 15 de janeiro

  • Total de mortes: 208.291
  • Registro de mortes em 24 horas: 1.131
  • Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 964 (variação em 14 dias: +37%)
  • Total de casos confirmados: 8.394.253
  • Registro de casos confirmados em 24 horas: 68.138
  • Média de novos casos nos últimos 7 dias: 54.048 por dia (variação em 14 dias: +51%)

 

(Antes do balanço das 20h, o consórcio divulgou um boletim parcial às 13h, com 207.183 mortes e 8.328.061 casos confirmados.)

Estados

 

  • Subindo (15 estados): PR, MG, RJ, SP, GO, MT, AM, AP, RR, TO, AL, CE, PE, PI e SE
  • Em estabilidade (10 estados + DF): RS, SC, ES, DF, MS, PA, RO, BA, MA, PB e RN
  • Em queda (1 estado): AC

 

Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia).

Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

BA registra 5.471 casos de Covid-19 nas últimas 24h e se aproxima do pico registrado em julho; n° é o 2° maior desde o início da pandemia

BA registra 5.471 casos de Covid-19 nas últimas 24h e se aproxima do pico registrado em julho — Foto: Valter Pontes/Secom Prefeitura de SalvadorA Bahia registrou 5.471 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo maior número desde o início da pandemia, de acordo com as informações divulgadas pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) na tarde desta sexta-feira (15).

De acordo com a Sesab, o número é reflexo das festas e aglomerações ocorridas no final do ano e da retomada das notificações por parte de alguns municípios que tiveram as equipes de vigilância reestruturadas devido às novas gestões. O recorde do número de casos, dentro de 24 horas, ocorreu em 22 de julho, quando foram contabilizados 6.401 casos.

Segundo dados do boletim, 32 mortes foram registradas em datas diversas. O estado contabiliza 528.539 pessoas atingidas pela doença e 9.575 mortes desde o início da pandemia, o que representa uma letalidade de 1,82%. Do total de casos, 508.689 já são considerados recuperados e 10.775 encontram-se ativos.

Nesta sexta, o governo divulgou o plano de imunização estadual, que será dividido em quatro etapas, e disse que está preparado para vacinar 5,08 milhões de pessoas até maio. Cada fase da campanha de vacinação terá a duração de um mês. A previsão é de que a vacinação comece na manhã da próxima quarta-feira (20).

O órgão estadual também anunciou que será prorrogado o decreto que suspende shows, além das aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada em toda a Bahia. A publicação da medida estará disponível no Diário Oficial do Estado (DOE) de sábado (16) e vale até o dia 30 de janeiro.

Salvador é a cidade onde há o maior número de casos proporcionais de pessoas atingidas pela doença: 22,59% do total. Dentre os municípios com maior incidência por 100 mil habitantes, as cidades que registram o maior coeficiente são Ibirataia (10.625,65), Muniz Ferreira (8.703,85), Conceição do Coité (8.593,05), Itabuna (8.272,56), Jucuruçu (8.174,45).

De acordo com a Sesab, o boletim epidemiológico contabiliza ainda 932.654 casos descartados e 130.560 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17h desta sexta-feira.

As informações detalhadas no boletim podem ser acessadas no site da secretaria e também em uma plataforma disponibilizada pelo órgão na internet. Segundo o mesmo documento, 38.408 profissionais da Saúde testaram positivo para a Covid-19 em todo o estado.

Mortes por raça, cor e sexo

Dentre os óbitos registrados na Bahia, 56,52% ocorreram no sexo masculino e 43,48% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 55,12% corresponderam a parda, seguidos por branca com 19,29%, preta com 14,68%, amarela com 0,65%, indígena com 0,13% e não há informação em 10,13% dos óbitos.

O percentual de casos com comorbidade foi de 70,92%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,61%).

Número de leitos

BA registra 5.471 casos de Covid-19 nas últimas 24h e se aproxima do pico registrado em julho — Foto: Valter Pontes/Secom Prefeitura de Salvador

Dos 2.031 leitos disponíveis no estado, 1.252 estão ocupados, o que representa uma ocupação geral de 62%.

Do total de leitos na Bahia, 984 são para atendimento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto e, neles, a ocupação é de 74% (728). A ocupação nos leitos de UTI pediátrica é de 57%, com 20 das 35 unidades ocupadas.

Já as unidades de enfermaria adulto estão com 49% da ocupação (475 leitos ocupados) e a pediátrica, com 62% (29 leitos ocupados).

Em Salvador, 71% dos leitos de UTI adulto estão ocupados e 63% das UTIs pediátricas encontram-se em uso. As enfermarias na capital baiana registram uma ocupação de 71% para adulto e 63% para pacientes da pediatria.

Conquista: Inema coloca cidade sob alerta amarelo para chuvas fortes

O Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado da Bahia (Inema) publicou nesta sexta-feira (15) o Boletim nº 001/2021, comunicando estado de ALERTA e informando sobre a continuidade das chuvas acompanhada de trovoadas.

Vitória da Conquista encontra-se na zona dos municípios em estado de Alerta, sobretudo nas áreas urbanas, onde há maior risco de alagamentos, dentre outros danos.

A Prefeitura Municipal reforça que a Defesa Civil atenderá pelo número 199 em casos de emergência.

Em nota, AMAB retira tom velado de ameaça aos jornalistas e diz que é favor da apuração federal do Caso Faroeste

Juíza Nartir Weber, presidente da Associação dos Magistrados da Bahia (AMAB).
Juíza Nartir Weber, presidente da Associação dos Magistrados da Bahia (AMAB).

Em nota enviada nesta sexta-feira (15/01/2021) ao Jornal Grande Bahia (JGB), a Associação dos Magistrados da Bahia (AMAB) retirou o tom velado de ameaça à Liberdade de Imprensa e aos jornalistas que cobrem o Caso Faroeste [1], reiterou preocupação com a citação de nomes de magistrados probos e afirmou que é a favor da apuração federal.

Confira nota: ‘AMAB defende apuração de fatos e critica generalização em ataques ao Judiciário’

A Associação dos Magistrados da Bahia – AMAB, entidade de classe que representa juízes e desembargadores integrantes do Poder Judiciário do Estado, a propósito da deflagração de operações policiais, prisões e ações penais que têm como alvo integrantes da Justiça Baiana, defende a apuração de todos os fatos, mas enfatiza que a citação dos nomes de alguns dos seus associados não pode ser tomada como regra geral para dar ensejo a ataques contra magistrados e o Judiciário baiano.

“A AMAB manifesta a sua confiança na firmeza e honradez dos magistrados, em sua atuação na distribuição da Justiça e na aplicação do bom Direito”, afirmou a presidente da Associação, juíza Nartir Weber. Para ela, os equívocos e eventuais práticas ilícitas que possam ser atribuídas a alguns membros do Poder Judiciário nunca deverão ter força para desestabilizá-lo ou comprometê-lo como instituição relevante e essencial ao Estado Democrático de Direito.

Para a Associação, a investigação e todas as providências determinadas pelo Superior Tribunal de Justiça – STJ, com obediência às garantias constitucionais e infraconstitucionais devidas, afiguram-se como oportunidade para dar a transparência necessária à atuação do Poder Judiciário e extirpar dúvidas sobre a legitimidade dos julgamentos e atos jurisdicionais dos Magistrados de Primeiro e Segundo Grau e Servidores honrados e probos, que se dedicam diuturnamente para a correta e regular administração e distribuição da Justiça no território baiano. Generalizações, contudo, são inadmissíveis porquanto perniciosas.

A entidade criticou o vazamento de uma “pseudo” colaboração premiada, que coloca nomes de magistrados em meio de outros já afastados e denunciados pelo Ministério Público Federal, no âmbito da ”Operação Faroeste”, aos quais foi dado o direito de defesa de forma regular, o que não ocorre em relação aos novos nomes indevidamente envolvidos numa lista afrontosa e maldosa, com autoria passível de questionamento, mas que tem causado danos irreparáveis àqueles irresponsavelmente mencionados. “Tal lista e suposta proposta de delação não podem servir para dar lugar a campanha difamatória contra a magistratura da Bahia, como um todo. A quem interessa, pois, enlamear o nome de desembargadores e juízes probos e cumpridores de suas obrigações? A quem interessa o enfraquecimento do Poder Judiciário baiano? O que está por traz de toda essa ofensiva baseada em suposições e conjecturas?”, questiona Nartir Weber.

Necessário que se diga que o recebimento de proposta para formalização de acordo de colaboração, nos termos da Lei 12.850/2013 com as alterações trazidas pela Lei, demarca o início das negociações e constitui também marco de confidencialidade, configurando violação de sigilo e quebra da confiança e da boa-fé a divulgação de tais tratativas iniciais ou de documento que as formalize, até o levantamento de sigilo por decisão judicial. A AMAB inclusive já reportou à Procuradoria da República e à Polícia Federal o vazamento da suposta delação.

A presidente da AMAB disse que a magistratura da Bahia é favor da apuração dos fatos. “Se existe culpado, que seja devidamente processado, julgado, condenado e afastado do Poder Judiciário”, disse. Mas lembra que a divulgação de nomes com supostas práticas ilícitas sem que se tenha estabelecido o devido processo legal “beira ao absurdo porque o dano à imagem e ao nome do cidadão de bem, conduz a consequências desastrosas e danosas na vida das pessoas. Muitas sequer conseguem se recuperar”, citou.

“Somos, entre desembargadores e juízes, 604 magistrados na ativa, e imensa parcela destes homens e mulheres que se dedicam diuturnamente ao trabalho, o fazem de forma estritamente legal, com os olhos voltados para a Justiça e para o cidadão que a ela recorre”, afirmou Weber.

_______________________________

[1] Caso Faroeste

As investigações do Caso Faroeste conduzidas pela Procuradoria-Geral da República (PGR), com atuação da Polícia Federal (PF), cujas ordens judicias de busca, apreensão e prisão foram emitidas pelo ministro da Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Og Fernandes, estão reunidos no Inquérito 1.258/DF.

Elas tiveram início com a deflagração, em 19 de novembro de 2019, da 1ª fase da Operação Faroeste e objetivaram apurar as seguintes tipificações criminais: corrupção ativa, corrupção passiva, tráfico influência, lavagem de ativos, evasão de divisas, obstrução de Justiça e participação em organização criminosa (ORCRIM), tendo como alvos membros de organização criminosa (ORCRIM) que atuavam e atuam no 1º e 2º Graus do Poder Judiciário Estadual da Bahia (PJBA), através da negociação, venda e compra de sentenças judicias, envolvendo desembargadores, juízes, servidores, ex-servidores, advogados, empresários do agronegócio e particulares.

Incialmente, a investigação ficou centrada nos conflitos fundiários e nas negociatas sobre a posse e propriedade de títulos de terras agricultáveis situadas no oeste da Bahia, notadamente, envolvendo as antigas fazendas São José, em Formosa do Rio Preto e Estrondo, imóvel rural cuja abrangência está situada nos municípios de Formosa do Rio Preto e em outros 8 municípios da região.

A investigação federal está na 7ª fase e, com as delações homologadas, avançou sobre casos de corrupção envolvendo membros do Ministério Público da Bahia (MPBA) e do Poder Executivo Estadual da Bahia.

Até a data de 7 de janeiro de 2021, foram descobertos 4 núcleos de funcionamento do vasto império do crime que ocorre em instituições da Bahia, sendo segregados em: a) Núcleo Judicial, b) Núcleo Causídico, c) Núcleo Econômico e d) Núcleo de Defesa Social.

No transcurso da investigação foram denunciadas 7 organizações criminosas, sendo que, 6 são lideradas por desembargadores e desembargadoras do TJBA e 1, da Defesa Social, tem liderança atribuída a ex-chefe do MPBA e ao ex-secretário estadual de Segurança Pública da Bahia (SSP Bahia).

Consórcio do Nordeste vai garantir 50 milhões de doses da vacina produzida pela Rússia, diz governador Rui Costa

Mesmo com entrave burocrático da Anvisa, que passou a exigir estudo clínico realizado no Brasil para analisar o pedido de uso emergencial da vacina, governadores dos nove estados da Região saem na frente para proteger a população com a Sputnik V, cuja eficácia é superior a 90%. “Determinei à Procuradoria Geral do Estado da Bahia que ingresse com uma ação no Supremo Tribunal Federal para que possamos efetivar a compra direta da vacina russa Sputnik V”, disse o governador da Bahia, Rui Costa.
Mesmo com entrave burocrático da Anvisa, que passou a exigir estudo clínico realizado no Brasil para analisar o pedido de uso emergencial da vacina, governadores dos nove estados da Região saem na frente para proteger a população com a Sputnik V, cuja eficácia é superior a 90%. “Determinei à Procuradoria Geral do Estado da Bahia que ingresse com uma ação no Supremo Tribunal Federal para que possamos efetivar a compra direta da vacina russa Sputnik V”, disse o governador da Bahia, Rui Costa.

Mesmo com entrave burocrático da Anvisa, que passou a exigir estudo clínico realizado no Brasil para analisar o pedido de uso emergencial da vacina, governadores dos nove estados da Região saem na frente para proteger a população com a Sputnik V, cuja eficácia é superior a 90%. “Determinei à Procuradoria Geral do Estado da Bahia que ingresse com uma ação no Supremo Tribunal Federal para que possamos efetivar a compra direta da vacina russa Sputnik V”, disse o governador da Bahia, Rui Costa

Em mais demonstração de capacidade de reação frente ao agravamento da pandemia do coronavírus no país e à lentidão do governo federal na aquisição de vacinas, o Consórcio de governadores do Nordeste, anunciou que  articula a compra de 50 milhões de doses do imunizante russo Sputnik. As doses serão administradas nos nove estados que integram a região. A informação foi confirmada pelo presidente do consórcio, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), durante videoconferência na quinta-feira (14).

“A Sputnik V foi aprovada por órgãos reguladores e está sendo usada em vários países”, disse Dias. “A [Farmacêutica] União Química tem autorização para produção dessa vacina no Brasil. Através do Consórcio Nordeste, vamos solicitar doses prontas para esse uso. Já temos um documento com apoio de todos os governadores para reserva dessas doses”, adiantou o governador.

Há um entrave, entretanto: a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O órgão determinou a exigência do início de estudo clínico realizado no Brasil para analisar o pedido de uso emergencial da vacina. “Uma vez que a Sputnik tem estudos com 44 mil pessoas, o que vai agregar um estudo feito no Brasil com 5 mil? Não somos jacarés e eles seres humanos”, reclama o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, de acordo com a ‘ Folha de S. Paulo’.

Ele considerou os empecilhos burocráticos da agência “um absurdo sem precedente”. A Sputnik tem mais de 90% de eficácia comprovada, segundo o laboratório russo Gamaleya.

“Determinei à Procuradoria Geral do Estado da Bahia que ingresse com uma ação no Supremo Tribunal Federal para que possamos efetivar a compra direta da vacina russa Sputnik V, com a qual já assinamos um acordo de cooperação para o fornecimento de até 50 milhões de doses”, disse o governador da Bahia, Rui Costa, pelo Twitter.

“Não podemos assistir passivamente baianos e brasileiros morrendo diariamente diante da incapacidade do Governo Federal. Se eles não têm capacidade de fazer nada, melhor que peçam demissão ou renunciem. O povo brasileiro não merece ser maltratado e humilhado. Precisamos reagir”, observou o governador petista.

Fundo Russo de Investimentos

Para acelerar os trâmites, nesta semana, o Fundo Russo de Investimentos Diretos afirmou em nota que irá solicitar junto à Anvisa o aval para uso emergencial da vacina Sputnik V. O Fundo argumentou que a vacina  já foi aprovada na Argentina, Bolívia, Argélia, Sérvia e Palestina. A Argentina iniciou as imunizações com a vacina ainda em dezembro.

O Fundo também confirmou o acordo com a União Química, que irá garantir 10 milhões de doses do imunizante ainda no primeiro trimestre de 2021.

“Do nosso lado, estamos prontos para uma cooperação em larga escala, no abastecimento e na produção, para iniciar a vacinação da população do Brasil o mais rápido possível”, afirmou o CEO do Fundo, Kirill Dmitriev.

Segundo o russo, a vacina é segura e eficaz. “Vários países da América Latina já estão vacinando pessoas com a Sputnik V e esperamos que o Brasil se junte a eles nas próximas semanas”, destacou.

Venezuela também firma acordo

Na quinta-feira (14), foi a vez da Venezuela fechar acordo para aquisição da Sputnik V. O anúncio foi feito pela vice-presidente Delcy Rodríguez. “Seguindo as instruções do Presidente Nicolas Maduro, realizamos uma reunião de trabalho por videoconferência com o presidente e o vice-presidente do Fundo Russo de Investimento Direto (RDIF), para o fornecimento e a produção da vacina na Venezuela, no primeiro trimestre do ano”, disse Rodríguez, pelo Twitter.

O acordo prevê a aquisição de dez milhões de doses do imunizante russo pelo governo venezuelano.

*Com informações do ‘G1′, ‘Folha’, CartaCapital’ e ‘Sputnik Brasil’.

Rui Costa: não podemos assistir passivamente baianos e brasileiros morrendo diariamente diante da incapacidade do Governo Federal. Se eles não têm capacidade de fazer nada, melhor que peçam demissão ou renunciem.
Rui Costa: não podemos assistir passivamente baianos e brasileiros morrendo diariamente diante da incapacidade do Governo Federal. Se eles não têm capacidade de fazer nada, melhor que peçam demissão ou renunciem.

CAETANOS: CÂMARA DE VEREADORES REALIZA PRIMEIRA REUNIÃO INTERNA E ANUNCIA REDUÇÃO DE SALÁRIO

Foi Realizada hoje dia 15/01/2021 a primeira Reunião (interna) dos Vereadores do Município de Caetanos para discutir assuntos ligados a Câmara Municipal de Caetanos que impactam e repercutem diretamente em toda sociedade do município.

Foi decidido ainda que, em comum acordo que, devido à queda de receita nos recursos municipais como FPM, SIDE e ICMS, haverá uma redução de 20% no salário de cada vereador da casa legislativa.

Em depoimento os vereadores afirmara que, “apresentamos a todos a nossa dificuldade e relatamos que mesmo assim seguiremos fazendo aquilo que for possível para atender a nossa população. Certo em contar com a compreensão de todos agradecemos e seguiremos firmes e fortes na luta por dias melhores!”






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia