WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura de pocoes



fevereiro 2021
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28  


cobra produtora marcus solla acougues angelica fabricio

:: ‘Brasil’

Pastor e deputado federal, Abílio Santana não assume filha de sete anos, diz colunista

Ao saber da gravidez de sua ex-assessora, Letícia Mariane, parlamentar sugeriu aborto

Esteticista Letícia Mariane e o pastor e deputado federal Abílio Santana. Foto: Reprodução.

A esteticista Letícia Mariane e o pastor e deputado federal Abílio Santana (PL-BA) mantiveram um caso de 8 meses em 2012, enquanto ela ainda era assessora dele. De acordo com a mulher, após saber da sua gravidez, o parlamentar ofereceu dinheiro para que ela ” resolvesse o problema”. As informações são do colunista Leo Dias.

“Ele é Pastor Presidente da Assembleia de Deus de Salvador, mas viaja o mundo fazendo palestras e cultos. Quando ele vinha para São Paulo eu que o acompanhava. Tivemos um relacionamento amoroso, mas nunca soube que ele era casado. Na minha cabeça nunca passou que um pastor iria ter uma amante. Mas a coisa foi ficando séria e eu engravidei. Quando dei a notícia a ele, tive o primeiro choque: ele sugeriu fazer um aborto. Não com essas palavras diretamente, mas deixou subentendido ao me oferecer dinheiro para que eu resolvesse o problema” contou Letícia.

A filha dos dois, Esther, hoje tem sete anos e não tem o sobrenome nem o nome do pai na certidão.

“Já me dispus varias vezes a fazer o DNA, mas ele foge, diz que não é obrigado. No entanto, ele vê a filha quando vem a São Paulo e até diz para nossos amigos em comum da Igreja que é filha dele. Mas o negócio muda de figura quando está na justiça ou em locais públicos. Outro dia fui levá-la ao aeroporto para vê-lo e ele a tratou com muita frieza. Ela ficou arrasada, porque apesar de tudo sabe que é o pai dela e sofre” disse esteticista.

Abílio Santana paga uma pensão de 3 mil reais para menina, mas Letícia desabafa que a questão não é financeira.

“Sei que isso é muito menos do que a justiça o obrigaria a dar. Mas não quero só dinheiro. Quero dignidade de a minha filha ter um pai. É muita hipocrisia ele postar em redes sociais que é a favor de família, contra o aborto e não querer registrar a própria filha. Já entrei na justiça várias vezes, mas como ele é político e bem influente na Igreja, não consegui nada concreto ainda. Além de Esther, ele tem mais três filhos, porém só a minha que ele não considera”, desabafou a mãe da menina.

Brasil soma 242 mil mortos por Covid e se aproxima de 10 milhões de casos registrados

Brasil tem 1.195 mortes por Covid-19 em 24 horas e vítimas já são 242.178

3 minBrasil tem 1.195 mortes por Covid-19 em 24 horas e vítimas já são 242.178

País registrou média de 45.282 novos casos por dia, uma redução de 6% em relação a 14 dias atrás. O total de casos é de 9.979.276.

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta quarta-feira (17).

O país registrou 1.195 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 242.178 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 1.033Já são 28 dias com essa média acima da marca de 1 mil. A variação foi de 0% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de estabilidade nos óbitos pela doença.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 9.979.276 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 57.937 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 45.282 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de -6% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de estabilidade nos diagnósticos.

Nove estados estão com alta nas mortes: GO, AC, AP, PA, RO, RR, BA, CE e Pb

Brasil, 17 de fevereiro

  • Total de mortes: 242.178
  • Registro de mortes em 24 horas: 1.195
  • Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 1.033 (variação em 14 dias: 0%)
  • Total de casos confirmados: 9.979.276
  • Registro de casos confirmados em 24 horas: 57.937
  • Média de novos casos nos últimos 7 dias: 45.282 por dia (variação em 14 dias: -6%)

(Antes do balanço das 20h, o consórcio divulgou um boletim parcial às 13h, com 241.243 mortes e 9.939.810 casos confirmados.)

Vacinação

Balanço da vacinação contra Covid-19 desta quarta-feira (17) aponta que 5.402.913 de pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a Covid-19, segundo dados divulgados até as 20h. O número representa 2,55% da população brasileira.

A segunda dose já foi aplicada em 667.410 pessoas (0,32% da população do país). No total, 6.070.323 doses foram aplicadas em todo o país.

Estados

  • Subindo (9 estados): GO, AC, AP, PA, RO, RR, BA, CE e PB
  • Em estabilidade (14 estados e o Distrito Federal): PR, RS, SC, ES, MG, SP, DF, MS, MT, AL, MA, PE, PI, RN e SE
  • Em queda (3 estados): RJ, AM e TO

Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo G1 para analisar as tendências da pandemia).

Vale ressaltar que há estados em que o baixo número médio de óbitos pode levar a grandes variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

Variação de mortes por estados

Estados com mortes em alta — Foto: Editoria de Arte/G1

Estados com mortes em estabilidade — Foto: Editoria de Arte/G1

Estados com mortes em queda — Foto: Editoria de Arte/G1

Sul

  • PR: -10%
  • RS: -1%
  • SC: -12%

 

Sudeste

  • ES: -10%
  • MG: +10%
  • RJ: -20%
  • SP: +2%

 

Centro-Oeste

  • DF: -4%
  • GO: +44%
  • MS: -5%
  • MT: -4%

 

Norte

  • AC: +73%
  • AM: -30%
  • AP: +23%
  • PA: +53%
  • RO: +25%
  • RR: +135%
  • TO: -33%

 

Nordeste

  • AL: +2%
  • BA: +61%
  • CE: +55%
  • MA: 0%
  • PB: +25%
  • PE: +11%
  • PI: -1%
  • RN: -11%
  • SE: -10%

Mulher tem morte cerebral após reação alérgica a tinta de cabelo

Mulher tem morte cerebral após reação alérgica a tinta de cabelo
Uma mulher teve uma reação alérgica grave após pintar o cabelo em Catalão, no estado de Goiás, teve morte cerebral constatada pela Santa Casa da cidade, local onde ela estava internada, na madrugada deste sábado (13). Karine de Oliveira Souza estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) após apresentar sintomas graves de alergia.
A auxiliar administrativa foi internada na quarta-feira (10), após passar mal em um salão de beleza. Segundo a cabeleireira que a atendeu e que não quis se identificar, Karine apresentou uma reação alérgica segundos após a tinta ser aplicada.
De acordo com o hospital, ela teve um choque anafilático. O estado de saúde dela, na tarde de sexta-feira (12), era considerado gravíssimo. Ainda segundo a Santa Casa de Catalão, os órgãos de Karine serão doados.
A cabeleireira que atendeu Karine contou que ela era cliente do salão, mas nunca havia pintado o cabelo no local, apenas costumava fazer manicure e depilação. Conforme a profissional, Karine relatou que começou a sentir um formigamento nas mãos e pediu para o produto ser retirado.
Na sequência, a mulher apresentou falta de ar. Foi quando a cabeleireira chamou os bombeiros. De acordo com informações dos agentes, no momento do atendimento, a mulher apresentava parada cardiorrespiratória, estava inconsciente e precisou ser reanimada antes de ser encaminhada para o pronto-socorro

Claudia Leitte muda o visual com Koleston Noites Iluminadas A cantora anuncia parceria com a marca e novo visual durante live de Carnaval ao lado de Ivete Sangalo

Claudia Leitte é a mais nova iluminada do Brasil. A cantora mudou o visual de seus cabelos junto com Koleston, em sua preparação para o Carnaval 2021, e contou com uma ajuda pra lá de especial neste processo: a indicação da cor foi feita por ninguém menos que Ivete Sangalo, embaixadora da marca, que escolheu para a amiga a nuance 641 entre as cinco cores de sua coleção “Noites Iluminadas”, de Koleston.

Mais nova integrante do squad de Wella, Claudinha apresentou seu novo visual no sábado, 13 de fevereiro, na abertura da live das cantoras para o Carnaval 2021: “O Trio: Ivete, Claudia e você”. A nuance escolhida por Claudia foi Pôr do Sol Castanho Cobre (641), tendência deste verão, que traz um lindo tom castanho cobre para um visual vibrante.

 

“Eu amei meu novo visual! Sinto que meus cabelos estão mais iluminados e ainda mais brilhantes! Já deu para notar uma diferença nos fios, que estão mais hidratados e cheios de vida. Os cuidados capilares agora fazem parte do meu novo ritual de bem-estar e autocuidados. Já estou pronta para curtir o Carnaval”, explica Claudia Leitte.

Com fórmula que já é referência no mercado, a coleção “Koleston Noites Iluminadas” mantém a intensidade da cor dos cabelos por até seis semanas e oferece cobertura perfeita dos fios brancos. Com tecnologia avançada, combate danos aos cabelos e hidrata tão intensamente quanto colore. Sua fórmula foi desenvolvida para realçar os sete sinais de um cabelo saudável: cor vibrante, luminoso, macio, sedoso, forte, hidratado e fácil de pentear.

 

 

O produto traz também o Tratamento Avançado Gloss Intenso, para ser aplicado logo após a coloração. O extrato de amêndoas é responsável por hidratar e proteger os fios contra a ação da água, deixando os cabelos com muito mais brilho e cor duas vezes mais intensa. Além disso, o kit conta com o exclusivo Reativador de Cor, que deve ser usado 15 dias após a coloração para realce da tonalidade.

 

Completando a rotina de cuidados pós-coloração, a marca oferece mais dois produtos para manutenção dos fios: o Koleston Toque de Cor, tratamento condicionador com pigmentos que realça a cor enquanto hidrata o cabelo, o produto intensifica a intensidade e luminosidade da nuance dos cabelos. E o spray Koleston Retoque Instantâneo, que oferece cobertura temporária nas raízes crescidas, em até 3 segundos. É resistente à água e à umidade com uma formulação livre de amônia e peróxido, além de ser dermatologicamente testado. Os dois produtos estão disponíveis em quatro tonalidades.

 

 

As fotos do processo de Claudinha e o resultado da sua mudança de visual estão neste link: https://bit.ly/CARNAVAL_KOLESTON

Confira mais novidades da marca no perfil @WellaBR

 

Sobre a Wella Company
Wella Company, uma das principais empresas de beleza do mundo, é composta por marcas icônicas como Koleston, Wella Professionals, Sebastian, Clairol, OPI, Nioxin e GHD. Com 6.000 funcionários globalmente distribuídos, e presença em mais de 100 países, a Wella Company e suas marcas têm a missão de permitir que os consumidores vejam e sintam seu verdadeiro ‘eu’ por meio do poder da mudança positiva. A Wella Company foi criada e projetada para os beauty addicts de hoje e de amanhã, além de seguir comprometida com a diversidade e inclusão, sustentabilidade e uma série de causas sociais. Mais informações sobre a Wella Company podem ser encontradas aqui: www.wellacompany.com.

Monitor da Violência: Bahia registra maior quantidade de mortes violentas pelo segundo ano seguido

Bahia é o estado com maior quantidade de mortes violentas em 2020 — Foto: Manoel Neto/ TV Gazeta

Bahia é o estado com maior quantidade de mortes violentas em 2020 — Foto: Manoel Neto/ TV Gazeta

A Bahia foi o estado brasileiro que registrou a maior quantidade de mortes violentas em 2020, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (12). É o que mostra o índice nacional de homicídios criado pelo G1, com base nos dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal.

Em números absolutos, ao todo, o estado baiano registrou 5.276 mortes violentas (homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte) em 2020. Destas, 5.107 foram enquadrados como homicídio doloso, 104 como latrocínio e 65 como lesão corporal seguida de morte.

O estado com a segunda maior quantidade de mortes violentas em 2020 foi o Ceará, com 4.039 casos. Em seguida vieram Pernambuco (3.3.759) e Rio de Janeiro (3.653).

Com relação à taxa por 100 mil habitantes, a Bahia ocupa a quinta colocação no país, com índice de 35,4. à frente da Bahia estão Ceará (44,2), Pernambuco (39,3), Rio Grande do Norte (39,2) e Alagoas (37,4).

Em 2019, a Bahia também foi estado com maior quantidade de mortes violentas. Em comparação com os dados divulgados no último balanço, o estado teve um aumento de 3,5%, com 177 mortes violentas a mais em 2020.

O estado baiano registrou em 2019, 5.099 casos, sendo 4.889 homicídios dolosos, 143 latrocínios e 67 lesões corporais seguidas de morte.

O mês mais violento de 2020, conforme o Monitor da Violência, foi abril, com 534 crimes, seguido do mês de março, que contabilizou 525 mortes violentas.

O aumento de mortes aconteceu mesmo durante a pandemia do novo coronavírus e, em todo o país, o aumento de 5% foi puxado principalmente pelo Nordeste, que teve um aumento expressivo nos assassinatos: 20%. É importante ressaltar que a região também foi a grande responsável pela queda de mortes nos últimos dois anos.

Os dados apontam que:

  • Houve 5.276 assassinatos em 2020, o que significa 177 mortes a mais que em 2019
  • Aumento em um ano foi de 3,5%
  • Mês mais violentos foi o de abril, com 534 crimes
  • A região Nordeste foi a principal responsável pela alta no país: 20% de aumento

 

BA teve 25.276 assassinatos em 2020 — Foto: G1

BA teve 25.276 assassinatos em 2020 — Foto: G1

Brasil

 

Brasil teve uma alta de 5% nos assassinatos em 2020 na comparação com 2019, após dois anos consecutivos de queda.

No ano passado, foram registradas 43.892 mortes violentas, contra 41.730 em 2019. Ou seja, 2.162 mortes a mais. Estão contabilizadas no número as vítimas de homicídios dolosos (incluindo os feminicídios), latrocínios e lesões corporais seguidas de morte.

A região Sul também teve uma leve alta. Já nas outras regiões (Norte, Centro-Oeste e Sudeste), o número de crimes violentos foi menor na comparação com o ano anterior.

BRASIL] MAIS DE 20 PESSOAS ILHADAS SÃO RESGATADAS PELOS BOMBEIROS EM BH

O temporal que atingiu Belo Horizonte neste domingo (7/2) também assustou moradores do Bairro Vila Suzana, na Região da Pampulha. Isso porque mais de 20 pessoas ficaram ilhadas por causa de um alagamento e precisaram de ser resgatadas pelo Corpo de Bombeiros.
De acordo com a instituição, o fato aconteceu na Rua Lúcio Bittencourt. Lá, várias pessoas, incluindo crianças, ficaram ilhadas. Algumas pessoas buscaram refúgio no segundo andar de um prédio e também precisaram de ajuda dos militares.
Um bote é utilizado no resgate. Até as 19h55, 21 pessoas já haviam sido resgatadas. Até o fechamento desta matéria, militares estavam em busca de outros possíveis ilhados.
As chuvas também causaram transtornos em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. No Bairro Nova Vista, pelo menos oito famílias ficaram ilhadas por causa do aumento do volume de água na rua. Militares do Corpo de Bombeiros foram até o local para realizar o resgate.
Segundo a medição do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), choveu em sete dias na capital volume equivalente a 77,6% do esperado para todo o mês de fevereiro. Já conforme dados do monitoramento feito pela Defesa Civil de Belo Horizonte, porém, o volume foi comparativamente ainda maior. A corporação sustenta que, pela sua medição, choveu em 12 horas o esperado para todo o mês.
Fonte: Estado de Minas (EM)

Brasil já aplicou mais de 3,59 milhões de doses da vacina contra Covid; 25.688 pessoas já receberam a 2ª dose, aponta consórcio de veículos de imprensa

Balanço da vacinação contra Covid-19 deste domingo (7) aponta que o Brasil já aplicou 3.598.838 de doses, segundo dados divulgados até as 20h. A segunda dose já foi aplicada em 25.688 pessoas nos estados de Pernambuco e Minas Gerais.

A informação é resultado de uma parceria do consórcio de veículos de imprensa, formado por G1, O Globo, Extra, O Estadão de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOLOs dados de vacinação passaram a ser acompanhados a partir de 21 de janeiro.

Brasil, 7 de fevereiro

  • Total de doses aplicadas desde 17/1: 3.598.838
  • Esse valor é a soma das doses aplicadas em 26 estados e no DF.
  • Divulgaram dados novos (14 estados): AL, AM, BA, MA, MG, MT, PB, PE, PI, RJ, RN, RO, RS e SP.
  • Divulgaram dados em dias anteriores (12 estados e o DF): AC, AP, CE, DF, ES, GO, MS, PA, PR, RR, SC, SE e TO.

O total de 3.573.150 pessoas que receberam a 1ª dose equivale a:

  • 1,69% da população brasileira
  • 39,72% das doses recebidas pelos estados

O total de 25.688 pessoas que receberam a 2ª dose equivale a:

  • 0,01% da população brasileira

Vacinados por estado

Doses aplicadas da vacina por estado e DF em 7 de fevereiro de 2021 — Foto: Arte G1

Doses aplicadas da vacina por estado e DF em 7 de fevereiro de 2021 — Foto: Arte G1

Total de vacinados, segundo os governos, e o percentual em relação à população do estado:

  • AC: 9.654 (1,08%)
  • AL: 67.315 (2,01%)
  • AM: 115.470 (2,74%)
  • AP: 9.287 (1,08%)
  • BA: 286.006 (1,92%)
  • CE: 159.007 (1,73%)
  • DF: 97.739 (3,20%)
  • ES: 74.537 (1,83%)
  • GO: 125.437 (1,76%)
  • MA: 84.759 (1,19%)
  • MG: 1ª dose – 304.314 (1,43%); 2ª dose – 17.750 (0,08%)
  • MS: 71.688 (2,55%)
  • MT: 58.157 (1,65%)
  • PA: 73.970 (0,85%)
  • PB: 67.114 (1,66%)
  • PE: 1ª dose – 189.362 (1,97%); 2ª dose – 2.648 (0,03%)
  • PI: 45.325 (1,38%)
  • PR: 198.310 (1,72%)
  • RJ: 268.214 (1,54%)
  • RN: 63.761 (1,80%)
  • RO: 25.300 (1,41%)
  • RR: 14.775 (2,34%)
  • RS: 230.858 (2,02%)
  • SC: 89.162 (1,23%)
  • SE: 26.393 (1,14%)
  • SP: 803.037 (1,73%)
  • TO: 14.145 (0,89%)

Quantas doses cada estado recebeu até 7 de fevereiro:

  • AC: 54.910
  • AL: 127.760
  • AM: 459.420
  • AP: 37.000
  • BA: 550.700
  • CE: 334.900
  • DF: 166.660
  • ES: 136.820
  • GO: 212.980
  • MA: 233.140
  • MG: 855.780
  • MS: 190.746
  • MT: 161.160
  • PA: 251.440
  • PB: 167.446
  • PE: 354.960
  • PI: 96.160
  • PR: 352.100
  • RJ: 673.320
  • RN: 113.940
  • RO: 70.200
  • RR: 95.920
  • RS: 511.200
  • SC: 191.540
  • SE: 76.160
  • SP: 2.268.040
  • TO: 60.900

Origem dos dados

  • Total de doses: números divulgados pelos governos estaduais.
  • As informações sobre população prioritária e doses disponíveis são do Ministério da Saúde.
  • As estimativas populacionais são do IBGE.

Consórcio

O consórcio de veículos de imprensa foi formado em junho de 2020, em resposta a uma decisão do presidente Jair Bolsonaro de, na ocasião, restringir acesso a dados sobre a pandemia. Os boletins informam, atualmente, o número de pessoas mortas por coronavírus, a quantidade de contaminados e a média móvel, indicador segundo o qual é possível verificar em quais estados a pandemia do novo coronavírus está aumentando, diminuindo ou em estabilidade.

Cancelado, Lucas Penteado faz as malas e abandona BBB: “Tentei ser eu de todas as formas”

Lucas Penteado

Lucas Penteado, perseguido na casa do Big Brother Brasil, abandonou o jogo na manhã desta sexta-feira (7).

Ainda durante a Festa Holi Festival de ontem, o participante arrumou as malas e foi ao Confessionário. A decisão foi informada aos restantes 18 participantes agora há pouco.

“Tentei ser eu de todas as formas”, lamentou Lucas. “Vocês estão me tirando.”

O abuso emocional sofrido pelo participante marcou o início do programa. Milhares de internautas reagiram condenando, por exemplo, Karol Conká.

“Já disse que ele possui mau hálito”, disse uma vez a participante.

 

Em outra ocasião, Conká se exaltou: “Não olha pra mim cara, vira essa b**** dessa cara pra lá. Isso, respeita a mamacita. Eu fui cancelada, nunca fui uma canceladora”.[fora outros participantes que fizeram um complô psicológico contra o rapaz]

MANAUS -Cantor Zezinho Corrêa morre de covid-19

Zezinho Corrêa, do Carrapicho, morre em Manaus vítima da covid-19
(Foto: Reprodução/ Internet)

O cantor Zezinho Corrêa, cantor da banda Carrapicho, morreu neste sábado (6), no Hospital Prontocord, em Manaus, onde estava internado por conta do diagnóstico positivo para covid-19. Zezinho chegou a ficar em estado grave, sendo intubado e também passou por uma traqueostomia.

Zezinho estava internado desde o dia 4 de janeiro, quando deu entrada no Hospital Samel. Ele foi transferido para o Prontocord no dia 7 para leito de UTI, em Manaus, para dar continuidade ao tratamento.

Após o falecimento do cantor, que ficou famoso em todo o Brasil e até em nível mundial nos anos 90, através do hit “Tic Tic Tac”, várias manifestações de pesar surgiram em Manaus.

A família do cantor agradeceu o carinho de todos e as orações que vinham recebendo dos fãs.

“O céu ganhou mais uma estrela que com sua voz brilhará para a eternidade. Obrigado por levar o nome Amazonas para o mundo, obrigada por ser esse ser humano incrível em todos os sentidos. Você está fazendo muita falta em nossa família, daqui, vamos continuar te amando sempre”, nota de falecimento da família de Zezinho.

Homens da Polícia Militar do Amazonas cantam lindo hino de louvor PARABÉNS[VEJJAM O VIDEO]



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia