WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura de pocoes







cobra produtora marcus solla acougues angelica fabricio


:: ‘Destaque1’

ENTREVISTA SECRETARIO DE SAÚDE DA CIDADE DE POÇÕES JORGE LUIZ HOJE AO MEIO DIA RADIO LIBERDADE FM

BOLETIM COVID-19- POÇÕESBA 19/01/2021

Prefeitura de Poções segue a todo vapor com ação de limpeza pelo município

 O trabalho de limpeza pública desenvolvido pela Prefeitura de Poções, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, segue a todo vapor em todas as partes do município.
Essas ações objetivam manter a cidade cada vez mais limpa e organizada, e assim contribuir para a melhoria do bem-estar e da qualidade de vida dos poçoenses.
O trabalho da equipe da Secretaria de Infraestrutura consiste em coleta de entulhos e lixos, capina, poda de árvores, varrição e limpeza de canal.
“Estamos ainda há 16 dias de administração, mas já mudamos a realidade de muitas localidades que estavam desassistidas no município. O nosso povo tem que ser tratado com respeito e dignidade”, disse a prefeita Nilda Magalhães.

VERGONHA- Prefeito fura a fila da vacina em Candiba

As vacinas foram entregues à Vigilância Epidemiológica nas primeiras horas desta terça-feira (19), após chegarem a Guanambi em um avião fretado pelo Governo do Estado. Em ato oficial para marcar o início da vacinação, o prefeito recebeu a vacina ao lado da biomédica Mirele Costa, servidora do Hospital e Maternidade de Candiba.

Apenas 6 milhões de doses da vacina foram distribuídas para todos os municípios do país. Neste primeiro momento, Ministério da Saúde e Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) recomendaram dedicar todas as vacinas para imunizar os profissionais de saúde da linha de frente do enfrentamento da Covid-19 e demais trabalhadores, principalmente de urgência e emergência, além de indígenas e idosos residentes em instituições de longa permanência.

Idosos com mais de 75 anos também compõe o grupo prioritário para a primeira fase de vacinação, no entanto, as primeiras doses não vão servir à população com este perfil, já que há pouca disponibilidade de vacinas no país. Apenas 6 milhões de vacinas foram distribuídas aos 5.570 municípios brasileiros.

Reginaldo tem 60 anos e recebeu a vacina, mas está fora do grupo prioritário, já que não atua na linha de frente. A recomendação das autoridades de saúde é para que ele aguardasse a sua vez para receber as suas doses. Ele só deveria ser vacinado na segunda fase, que abrange a população de 60 a 75 anos, após todo o público alvo da primeira fase já ter sido vacinado.

foi perguntado a secretária municipal de Saúde, Rebecca Pereira, para saber porque foi dada prioridade à vacinação do prefeito. Ela disse que o prefeito foi vacinado com o intuito de incentivar parte da população que está desacreditada da vacina.
“Ele se enquadra nos critérios de vacinação, tem 60 anos, é hipertenso e diabético. A intenção foi apenas encorajar àqueles que ainda estão resistente e questionam a efetividade da vacina. Juntamente com ele, a biomédica Mirele (que está na linha de frente) também foi vacinada. Amanhã iniciaremos com a vacinação do restante dos profissionais de saúde. Temos certeza que estamos fazendo o nosso melhor”, disse.

O PRIMEIRO FUNCIONARIO DA LINHA DE FRENTE DO COMBATE DO COVID-19 DE POÇÕES FOI VACINADO NESSA MANHÃ DO DIA 19/01/2021 FOI UMA SOCORRISTA DO SAMU E CONTINUA A IMUNIZAÇÃO EM POÇÕES

BOLETIM COVID-19 POÇÕES/BA 18/01/2021

Avião com primeiras doses da vacina contra a Covid-19 chega na Bahia; imunização deve começar na terça-feira (19)

Avião com primeiras doses da vacina contra a Covid-19 chega na Bahia — Foto: Alberto Maraux/ GOVBA

Avião com primeiras doses da vacina contra a Covid-19 chega na Bahia — Foto: Alberto Maraux/ GOVBA

O avião com primeiras doses da vacina contra o novo coronavírus chegou à Bahia por volta das 22h22 desta segunda-feira (18).

A carga saiu da região metropolitana de Minas Gerais com destino ao Aeroporto Internacional de Salvador.

De acordo com a programação do Ministério da Saúde, a Bahia vai receber 376 mil doses na primeira remessa de vacinas enviadas aos estados.

Conforme o governo, a primeira dose deve ser aplicada na noite desta segunda-feira em um evento simbólico no Hospital Santo Antônio, em Salvador.

Segundo a Prefeitura de Salvador, a expectativa é imunizar, com a Coronavac, cerca de 2,5 mil pessoas entre idosos abrigados nas Obras Sociais Irmã Dulce, na Cidade Baixa, além dos trabalhadores que atuam na Base Central do Samu 192, no Pau Miúdo, na UPA e Gripário de Pirajá/Santo Inácio, bem como na UPA e Gripário Barris, na UPA e Gripário Brotas, no Hospital Municipal de Salvador (HMS) e no abrigo Dom Pedro II.

Avião com primeiras doses da vacina contra a Covid-19 chega na Bahia — Foto: Alberto Maraux / GOVBA

Avião com primeiras doses da vacina contra a Covid-19 chega na Bahia — Foto: Alberto Maraux / GOVBA

Para o início da estratégia no município, o governo federal encaminhou cerca de 42 mil doses da Coronavac para Salvador. Esse quantitativo tem a capacidade de proteger cerca de 21 mil pessoas, uma vez que o imunizante prevê uma dose de reforço após 14 dias da primeira aplicação.

Para essa primeira remessa, está previsto a imunização dos idosos abrigados em instituições de longa permanência do município, trabalhadores da saúde que atuam na rede de urgência e assistência direta aos pacientes com o novo coronavírus (UPAs, Gripários, Samu 192)e hospitais, incluindo os de campanha).

Momento após chegada das vacinas em que as caixas com as doses são colocadas em caminhão para ser iniciada a distribuição em Salvador — Foto: Divulgação/Sesab

Momento após chegada das vacinas em que as caixas com as doses são colocadas em caminhão para ser iniciada a distribuição em Salvador — Foto: Divulgação/Sesab

A estratégia usada para essa primeira remessa será através de 11 equipes volantes nos próprios locais selecionados. Por isso, a população não deve se direcionar a nenhum ponto de vacinação neste momento. A programação segue recomendação de informe técnico emitido pelo Ministério da Saúde.

No aeroporto, o imunizante será será catalogado, fracionado e depois distribuídos para os municípios. A previsão é de que a liberação das cargas comece a partir das 2h, segundo a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Avião com primeiras doses da vacina contra a Covid-19 chegou em Salvador, na noite desta segunda-feira (18) — Foto: Divulgação/Sesab

Avião com primeiras doses da vacina contra a Covid-19 chegou em Salvador, na noite desta segunda-feira (18) — Foto: Divulgação/Sesab

De acordo com a Sesab, municípios com menos de 300 quilômetros da capital baiana terão as doses enviadas por caminhões com escolta da Polícia Militar para garantir a segurança no deslocamento.

Existe a previsão de que dois helicópteros decolem por volta das 5h20 e façam entregas nas cidades próximas da capital baiana. Os municípios que ficam na Região Metropolitana de Salvador (RMS) vão retirar as vacinas no Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer).

Os secretários de saúde da Bahia e de Salvador, Fábio Vilas Boas e Léo Prates, acompanharam a retirada das vacinas no aeroporto.

Cidades que vão receber vacinas levadas por aviões:

  • Barreiras
  • Guanambi
  • Ilhéus
  • Irecê
  • Vitória da Conquista
  • Paulo Afonso
  • Petrolina para Juazeiro (BA)
  • Lençóis para Seabra
  • Porto Seguro
  • Teixeira de Freitas

Campanha nacional

O início da campanha estava previsto para acontecer simultaneamente em todo o Brasil na quarta-feira (20), mas o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, autorizou que os estados adiantem a imunização e comecem a vacinar a partir das 17h desta segunda-feira.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou no domingo (17), por unanimidade, o uso emergencial das vacinas Coronavac e da Universidade de Oxford contra a Covid-19. Momentos depois, o governo de São Paulo aplicou a primeira vacina da Coronavac.

Ao todo, são quase 6 milhões de doses da Coronavac em todo o país. 4,6 milhões serão enviadas pelo governo federal aos estados brasileiros, e outras 1.357.640 serão distribuídas pelo estado de São Paulo.

Na primeira fase da vacinação, o Ministério da Saúde prevê que sejam vacinadas no Paraná:

  • 102.959 trabalhadores de saúde,
  • 12.224 pessoas com mais de 60 anos que vivem em instituições de longa permanência,
  • 10.816 indígenas,
  • 482 pessoas com deficiência que vivem em instituições de longa permanência.

Plano de vacinação

O governo informou que os seguintes grupos serão vacinados até o fim do 1º semestre de 2021:

Primeira fase

  • Trabalhadores da saúde;
  • Idosos a partir dos 75 anos de idade;
  • Pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência, como asilos e instituições psiquiátricas;
  • População indígena.

Segunda fase

Pessoas de 60 a 74 anos.

Terceira fase

  • Pessoas com comorbidades, que possuem doenças renais crônicas, cardiovasculares, entre outras.

Os insumos para a vacinação no estado começaram a ser distribuídos aos municípios do Paraná no sábado (16), segundo a Secretaria Estadual da Saúde (Sesa).

Brasil ultrapassa 210 mil mortes por Covid, com média móvel de 959 óbitos por dia País contabilizou total de 210.328 óbitos e 8.512.238 casos de Covid-19, segundo balanço do consórcio de veículos de imprensa.

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta segunda-feira (18).

O país registrou 460 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 210.328 óbitos desde o começo da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 959. A variação foi de +33% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de crescimento nos óbitos pela doença.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 8.512.238 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 29.133 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 54.058 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de +53% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de crescimento também nos diagnósticos.

Onze estados estão com alta nas mortes: MG, RJ, SP, GO, AM, RO, RR, TO, AL, PE e SE.

O estado do Ceará não divulgou boletim até às 20h desta segunda.

Brasil, 18 de janeiro

  • Total de mortes: 210.328
  • Registro de mortes em 24 horas: 460
  • Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 959 (variação em 14 dias: +33%)
  • Total de casos confirmados: 8.512.238
  • Registro de casos confirmados em 24 horas: 29.133
  • Média de novos casos nos últimos 7 dias: 54.058 por dia (variação em 14 dias: +53%)

 

(Antes do balanço das 20h, o consórcio divulgou um boletim parcial às 13h, com 209.906 mortes e 8.490.133 casos confirmados.)

Estados

  • Subindo (11 estados): MG, RJ, SP, GO, AM, RO, RR, TO, AL, PE e SE
  • Em estabilidade (10 estados + DF): RS, SC, ES, DF, MT, AP, PA, BA, MA, PI e RN
  • Em queda (4 estados): PR, MS, AC e PB
  • Não atualizou (1 estado): CE

Bahia registra 2.548 casos de Covid-19 nas últimas 24h; total passa de 540 mil e mortes chegam a 9.667

A Bahia registrou 2.548 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com as informações divulgadas pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) na tarde desta segunda-feira (18)

Segundo dados do boletim, 29 mortes foram registradas em datas diversas. O estado contabiliza 540.320 pessoas atingidas pela doença e 9.667 mortes desde o início da pandemia, o que representa uma letalidade de 1,79%. Do total de casos, 519.660 são considerados recuperados e 10.993 encontram-se ativos.

Nas últimas 24 horas houve um crescimento de 0,5% no número de casos positivos, assim como foi contabilizado um aumento de 0,7% de pacientes recuperados da doença.

Salvador é a cidade onde há o maior número de casos proporcionais de pessoas atingidas pela doença: 22,37% do total. Dentre os municípios com maior incidência por 100 mil habitantes, as cidades que registram o maior coeficiente são Ibirataia (10.743,21), Muniz Ferreira (8.811,64), Itororó (8.698,85), Conceição do Coité (8.624,57) e Itabuna (8.462,50).

De acordo com a Sesab, o boletim epidemiológico contabiliza ainda 937.543 casos descartados e 131.297 aguardam resultado. Os dados representam notificações oficiais do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), junto com os Cievs municipais e as bases do Ministério da Saúde até às 17h desta segunda-feira.

As informações detalhadas no boletim podem ser acessadas no site da secretaria e também em uma plataforma disponibilizada pelo órgão na internet. Segundo o mesmo documento, 38.642 profissionais da Saúde testaram positivo para a Covid-19 em todo o estado.

Mortes por raça, cor e sexo

Dentre os óbitos registrados na Bahia, 56,56% foram em pessoas do sexo masculino e 43,44%, do sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 55,03% das mortes ocorreram em pessoas consideradas pardas, 19,38% em pessoas brancas, 14,71% em pretas, 0,64% em amarelas e 0,13% autodeclaradas como indígenas. Não há informação sobre raça de 10,11% das pessoas que morreram vítimas da Covid-19 no estado.

O número de casos com comorbidade chegou a 70,82%, sendo o maior percentual o de pessoas com doenças cardíacas e crônicas: 73,66%.

Número de leitos

Respiradores para leitos de UTI em Salvador — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Do total de leitos na Bahia, 984 são para atendimento na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto e, neles, a ocupação é de 76% (743 em uso). A ocupação nos leitos de UTI pediátrica é de 54%, com 19 das 35 unidades ocupadas.

Já as unidades de enfermaria adulto estão com 50% da ocupação (479 do total) e a pediátrica, com 66% (31 leitos ocupados).

Em Salvador, 71% dos leitos de UTI adulto estão ocupados e 56% das UTIs pediátricas encontram-se em uso. As enfermarias na capital baiana registram uma ocupação de 66% para adulto e 78% para pacientes da pediatria.

Secretaria de Saúde apresenta plano de vacinação contra a COVID – 19 em Boa Nova

Aconteceu na manhã de hoje, 18/01, no auditório de eventos na Câmara Municipal de Vereadores a reunião de apresentação do Plano Municipal de Vacinação contra a COVID-19.
O plano de imunização foi apresentado pelo secretário de saúde e técnicos, atendendo o Programa Nacional de Imunização e as etapas de vacinação segue o plano nacional.
Participou da reunião o Secretário de Saúde, a Secretária de Assistência Social, o Secretário de Agricultura, representante do poder Legislativo, Diretora de Atenção Básica, Diretoria de Vigilância Epidemiológica, Coordenador da Vigilância Sanitária, representantes do Conselho de Saúde, representantes da Secretaria de Educação e comitê Gestor do Covid – 19.






WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia