WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura de pocoes



junho 2021
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  


cobra produtora marcus solla acougues angelica fabricio

:: 2/jun/2021 . 19:40

Urgente Conquista: Morre a professora Lucélia Santos, do Colégio Sacramentinas, vítima do Coronavírus

É com profundo pesar que o Poções24hs comunica a morte de Lucélia Santos, aos 43 anos. Ela faleceu nesta quarta-feira (02), no Hospital São Vicente, em Vitória da Conquista, em decorrência do Coronavírus, após 60 dias de internamento.

Lucélia era professora do Colégio Sacramentinas. O colégio emitiu uma nota de pesar pela perda da professora, que era conhecida por ser uma profissional brilhante.

Deputado Federal Antônio Brito e Sheila Lemos se reúnem para debater o desenvolvimento de Vitória da Conquista e da região sudoeste

A prefeita de Vitória da Conquista, Sheila Lemos, recebeu em seu gabinete, nesta quarta-feira (2), o deputado federal Antonio Brito (PSD/BA), onde dialogaram sobre projetos a serem realizados para o desenvolvimento do município. No encontro, Antonio Brito – que tem uma relação de amizade com a família Lemos iniciada há anos com a mãe da prefeita, Irma Lemos, ex-vice-prefeita da cidade, e seu pai Edvaldo Brito, vereador de Salvador, quando ambos compuseram chapa de candidatura ao Senado nas eleições de 2010 – colocou à disposição o seu mandato para a realização de ações voltadas à Saúde, infraestrutura, educação, assistência social, mobilidade urbana, dentre outras áreas de interesse de Vitória da Conquista. Também foi debatida a importância do município para o desenvolvimento regional do sudoeste baiano.

URGENTE :VITÓRIA DA IMPRENSA Justiça nega liminar do MPE que tentava impedir vacinação dos jornalistas

Por Gusmão Neto* – O Tribunal de Justiça da Bahia negou o mandado de segurança impetrado pelo Ministério Público do Estado, que tentava proibir a vacinação dos profissionais da imprensa aprovada na Comissão Intergestores Bipartite (CIB). Em sua decisão a favor da CIB e dos jornalistas, o desembargador José Cícero Landin Neto indeferiu o pedido de liminar do MP, que tentou cassar um artigo da Resolução da CIB nº 085/2021 que justamente incluiria os jornalistas na lista dos imunizados.

No seu mandado de segurança, o Ministério Público faz uma série de críticas à CIB e considerou o ato do colegiado como ilegal, dizendo que os jornalistas não são considerados como grupo prioritário, chegando a escrever que tal decisão seria um desarranjo da política de saúde e uma afronta às orientações do SUS.

Em seu parecer negando a liminar, que o Teia de Notícias teve acesso, o desembargador Landin Neto é taxativo ao desconsiderar todas as alegações do Ministério Público. O magistrado considera que a hostilização apresentada pelo MP “não esteja fundamentada em critérios técnicos e científicos”. Na segunda consideração, o desembargador diz que “priorizar os profissionais de comunicação não significa deixar de vacinar grupos prioritários que seguem no calendário de vacinação pois verifica-se escalonamento da vacinação obedecendo o Plano Nacional de Operacionalização da vacina contra a covid-19”. No parecer, o desembargador diz ainda que “a definição de grupos prioritários para a vacinação é uma decisão que está na esfera do mérito administrativo do ente estatal, restringindo-se a intervenção do Poder Judiciário neste caso somente em caso de violação da legalidade e razoabilidade”.

“No mais, diante da inexistência de um dos pressupostos, sequer há necessidade de análise. Em sendo assim, INDEFIRO a liminar pleiteada”, finaliza o parecer. | * postado originalmente em Teia de Notícias.

URGENTE- CAMINHÃO ROUBADO EM POTIRAGUA NESSA MADRUGADA QUALQUER INFORMAÇÃO ENTRA EM CONTATO COM A POLICIA

Qualquer informação que leve a recuperação do caminhão será recompensada!

Urgente: Homem mata amante e ateia fogo em corpo a pedido da esposa após ela dizer que perdoaria traição

Homem mata amante e ateia fogo em corpo a pedido da esposa após ela dizer que perdoaria traição

Uma jovem foi assassinada no litoral de São Paulo, pelo namorado casado a pedido da mulher dele, que relatou que só perdoaria a traição se ele matasse a amante. A vítima, Vitória Luiza da Silva, de 20 anos, foi morta em uma emboscada e teve o corpo carbonizado em um local afastado e quase deserto da Praia Grande.

O casal foi denunciado pela Promotoria de Justiça de Praia Grande denunciou o casal na última sexta-feira, 28/5. O crime ocorreu em abril.

A ação

O suspeito chamou a vítima até o local do crime, sem que ela soubesse da presença da mulher. No encontro, o homem, de 25 anos, atirou em Vitória e depois colocou fogo em seu corpo.

O desaparecimento da jovem foi notificado pela família e, logo depois, o corpo foi encontrado. Segundo a mãe da vítima, Vitória não sabia que tinha se envolvido com um homem casado.

A polícia chegou até o suspeito após analisar câmeras de segurança do local. O homem confessou o crime, mas relatou que estava sozinho no momento. No entanto, após investigações, os agentes descobriram que a esposa, de 23 anos, também fez parte da ação.

Em entrevista para a Record TV, a mãe de Vitória disse que só soube do relacionamento deles após o crime e, aos prantos, lamentou a morte da única filha. O crime segue sob investigação e o casal foi preso temporariamente.

R7

Urgente: Jovem de 20 anos morre em grave acidente na BR-101

No início da noite desta terça-feira (01/06), Luiz Carlos Gomes de 20 anos morreu em um grave acidente na curva da Visgueira na BR-101.

Luiz estava pilotando uma motocicleta, quando colidiu de frente com um Fiat Palio de cor branca.

A causa do acidente ainda está sendo investigada. O motociclista que era morador de Itagimirim e filho do ex-vereador Luiz Carlos, morreu no local do acidente.

O motorista do automóvel sofreu ferimentos leves e foi conduzido para o Hospital Regional em Eunápolis por uma equipe do SAMU.

A curva da Visgueira é bastante conhecida no trecho entre Eunápolis e Itagimirim por já ter acontecido diversos acidentes com vítimas fatais. As informações são do site Via41

Agora Veja quais doenças garantem a prioridade para a vacinação

No país, 67.887.168 imunizantes foram aplicados desde janeiro, quando a vacinação teve início. Os dados são do consórcio de veículos de imprensa, conforme balanço divulgado na última segunda-feira, 31.
Somente em maio, mais de 33 milhões de doses da vacina contra a covid-19 foram distribuídas. Sendo assim, os estados e municípios seguem vacinando os grupos prioritários, conforme orientações do Plano Nacional de Imunização.

Dentre as pessoas que já podem se vacinar estão aquelas que possuem doenças crônicas que podem causar o agravamento da covid-19. No início, a estimativa era de que 17.796.450 pessoas estivessem neste grupo.
Mas esse número é maior, visto que as doenças neurológicas crônicas também foram incluídas na lista de comorbidades para vacinação contra a covid-19, conforme atualização do Plano Nacional de Operacionalização (PNO).

Então, se você quer saber quais são as doenças e se você têm prioridade na vacinação, continue acompanhando e boa leitura!
Lista de doenças
Segundo o Plano Nacional de Operacionalização (PNO) têm direito à receber a imunização contra a covid-19, as pessoas que possuem as seguintes comorbidades:

Arritmias cardíacas

Arritmias cardíacas com importância clínica e/ou cardiopatia associada (fibrilação e flutter atriais; e outras);

Anemia falciforme

Doença caracterizada pela alteração dos glóbulos vermelhos do sangue. As células têm sua membrana alterada e rompem-se mais facilmente, causando anemia;

Cardiopatias congênita no adulto

Cardiopatias congênitas com repercussão hemodinâmica, crises hipoxêmicas; insuficiência cardíaca; arritmias; comprometimento 28 miocárdico;

Cardiopatia hipertensiva

Cardiopatia hipertensiva (hipertrofia ventricular esquerda ou dilatação, sobrecarga atrial e ventricular, disfunção diastólica e/ou sistólica, lesões em outros órgãos-alvo);

Cirrose hepática

É a inflamação crônica do fígado também chamada de cirrose hepática Child-Pugh A, B ou C;

Doenças neurológicas graves

Doença cerebrovascular como acidente vascular cerebral isquêmico ou hemorrágico; ataque isquêmico transitório; demência vascular e doenças neurológicas crônicas que impactam na função respiratória. Doenças hereditárias e degenerativas do sistema nervoso ou muscular, além de deficiência neurológica grave e indivíduos com paralisia cerebral, esclerose múltipla e condições similares;

Diabetes mellitus

Qualquer indivíduo com diabetes;

Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas

Aneurismas, dissecções, hematomas da aorta e demais grandes vasos;

Doença cerebrovascular

Acidente vascular cerebral isquêmico ou hemorrágico; ataque isquêmico transitório; demência vascular;

Doença renal crônica

Doença renal crônica estágio 3 ou mais (taxa de filtração glomerular < 60 ml/min/1,73 m2) e/ou síndrome nefrótica;

Hipertensão Arterial Resistente (HAR)

Quando a pressão arterial (PA) permanece acima das metas recomendadas com o uso de três ou mais anti-hipertensivos de diferentes classes, em doses máximas preconizadas e toleradas;

Hipertensão arterial estágio 3

PA sistólica ≥180mmHg e/ou diastólica ≥110mmHg independente da presença de lesão em órgão-alvo (LOA) ou comorbidade;

Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade
PA sistólica entre 140 e 179mmHg e/ou diastólica entre 90 e 109mmHg na presença de lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade;

Insuficiência cardíaca (IC)

IC com fração de ejeção reduzida, intermediária ou preservada; em estágios B, C ou D, independente de classe funcional da New York Heart Association;

Imunossuprimidos

Indivíduos transplantados de órgão sólido ou de medula óssea; doenças reumáticas imunomediadas sistêmicas em atividade e em uso de dose de prednisona ou equivalente > 10 mg/dia ou recebendo pulsoterapia com corticoide e/ou ciclofosfamida; demais indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias; pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos 6 meses; neoplasias hematológicas;

Miocardiopatias e Pericardiopatias

Miocardiopatias de quaisquer etiologias ou fenótipos; pericardite crônica; cardiopatia reumática;

Obesidade mórbida

Ocorre quando o peso de uma pessoa ultrapassa o valor 40 no índice de massa corporal – (IMC);

Pneumopatias crônicas graves

Indivíduos com pneumopatias graves incluindo doença pulmonar obstrutiva crônica, fibrose cística, fibroses pulmonares, pneumoconioses, displasia broncopulmonar e asma grave (uso recorrente de corticoides sistêmicos, internação prévia por crise asmática);

Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados

Portadores de próteses valvares biológicas ou mecânicas; e dispositivos cardíacos implantados (marca-passos, cardio desfibriladores, ressincronizadores, assistência circulatória de média e longa permanência);

Síndromes coronarianas

Síndromes coronarianas crônicas (Angina Pectoris estável, cardiopatia isquêmica, pós Infarto Agudo do Miocárdio, outras);

Síndrome de down

Alteração genética também chamada de trissomia do cromossomo 21. Ocorre quando há 47 cromossomos nas células de uma pessoa em vez de 46;

Valvopatias

Lesões valvares com repercussão hemodinâmica ou sintomática ou com comprometimento miocárdico (estenose ou insuficiência aórtica; estenose ou insuficiência mitral; estenose ou insuficiência pulmonar; estenose ou insuficiência tricúspide, e outras);

Comprovação
Se você possui alguma dessas doenças, é necessário comprovar através de exames, relatórios médicos, receitas ou atestados que devem ser apresentados no dia da vacinação.

Além disso, os municípios também estão disponibilizando um cadastrado no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI) ou em alguma unidade de saúde do SUS (Sistema Único de Saúde), para registrar todas as pessoas que possuem comorbidades para o acompanhamento e aplicação da segunda dose.

Desta forma, antes de buscar uma unidade de saúde, a orientação é se informar sobre o cadastro e agendamento para receber a vacina na prefeitura da cidade onde você reside.

Fonte: Rede Jornal Contábil

Atenção: Bomba na saúde conquistense, Leitos clínicos do Hospital São Vicente para tratamento do Coronavírus alugados pela Prefeitura podem ser desativados


A alta taxa de ocupação tanto dos leitos clínicos quanto de UTI de Vitória da Conquista ganhou um contorno ainda mais preocupante: 20 dos 40 leitos clínicos alugados pela Prefeitura no Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) estão suspensos. O resultado é uma sobrecarga no atendimentos de outras unidades .

Como apurado pelo Blog do Sena, o município estaria com dificuldades para pagar por esses leitos. O assunto foi um dos temas abordados na reunião entre a prefeita Sheila Lemos (DEM) e o governador Rui Costa (PT) no mês passado.

Os dados disponíveis no painel epidemiológico mantido pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) mostram que dos 40 leitos alugados no HSVP 36 estão ocupados. No entanto, o hospital não estaria mais recebendo pacientes.

No Hospital de Base dos 18 leitos clínicos disponíveis, 17 estão ocupados. Já nos Hospital das Clínicas de Conquista (HCC) dos 20 leitos clínicos alugados pelo Governo do Estado. Assim, dos 78 leitos 64 estão ocupados, representando uma taxa de ocupação de 82%.

Apesar de ainda não ter sido confirmada, a suspensão da regulação tem aumentado a demanda e resulta em demora no atendimento em outros locais. Nesta terça-feira (01), o Blog do Sena noticiou a demora no atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Em reposta às críticas sobre a demora no atendimento, o Hospital de Base, que administra a UPA, divulgou uma nota afirmando que a unidade tem sofrido o impacto dessa suspensão.

O contrato com o HSVP teve início em maio do ano passado, quando foram contratados 20 leitos clínicos e 10 de UTI, por mais de R$ 2 milhões. Posteriormente, contratados mais 20 leitos clínicos, por um valor não divulgado.

Os leitos de UTI destinados ao tratamento de pacientes com Coronavírus estão com uma taxa de ocupação de 84%. No entanto, diante da grande demanda, a taxa tem oscilado em torno de 90%.

O Blog do Sena entrou em contato com a Prefeitura que ainda não se manifestou sobre os assunto.

Confira a nota da UPA na íntegra:

BOLETIM COVID-19 DIA PRIMEIRO JUNHO 2021 POÇÕES BAHIA

Poções registrou, até esta terça-feira (01/06), o total de 2811 casos confirmados da Covid-19. Destes, 2688 estão recuperados e 62 continuam em recuperação.

No momento, são investigados outros 147 casos notificados como suspeitos.

Mais um óbito foi confirmado pela Secretaria Municipal de Saúde, totalizando 61 mortes por complicações causadas pela doença.

O 61º óbito trata-se de uma idosa, de 71 anos, residente em Poções, que faleceu no sábado, dia 29 de maio, em Salvador. A confirmação do óbito foi enviada à Secretaria de Saúde de Poções na data de hoje, dia 01 de junho.

A Prefeitura de Poções reitera à população que continue com os cuidados de prevenção, fazendo o uso da máscara, a higiene das mãos e evitando aglomeração.

NOTA DE PESAR- A Prefeitura Municipal de Poções, por meio da Secretaria Municipal de Educação

A Prefeitura Municipal de Poções, por meio da Secretaria Municipal de Educação, manifesta profundo pesar pelo falecimento da senhora Vitória Maria da Silva Santos, mãe do professor municipal José Pereira dos Santos e sogra da coordenadora pedagógica Telma Carmezina de Santana Pereira.
Neste momento de dor e consternação, nos unimos à família e amigos da senhora Vitória Maria, externando nossa solidariedade e votos de força para superar tão difícil perda.
Compadecemo-nos da dor da família e, rogamos a Deus que conforte o coração de todos, e a conceda o descanso eterno.
Secretaria Municipal de Educação



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia