WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura de pocoes



junho 2021
D S T Q Q S S
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  


cobra produtora marcus solla acougues angelica fabricio

:: 20/jun/2021 . 21:56

Urgente: Polícia mata rapaz após apologia a Lázaro; mãe diz que jovem tinha problemas mentais

Um rapaz identificado como Hamilton Cesar Lima Bandeira, que morava no Povoado Calumbi, em Presidente Dutra, no interior do Maranhão, foi morto na última quinta-feira (17) pela polícia após fazer apologia a Lázaro Barbosa, criminoso que está sendo caçado há 12 dias em Cocalzinho de Goiás.

Após publicar um vídeo na internet afirmando que admirava o matador do Distrito Federal, Hamilton teria publicado uma foto com uma faca “dando a entender que faria algo semelhante [ao Lázaro], levando a população ao desespero”, segundo a delegacia regional.

Policiais que foram até à casa do rapaz, que morava com a mãe e a avó, de 91 anos, dizem que o rapaz “não atendeu a ordem policial, tentando atacar os policiais (conforme B.O. registrado), os quais, diante da situação apresentada, tiveram que efetuar disparos de arma de fogo contra o rapaz”, segundo nota da delegacia ao portal Metrópoles.

Hamilton chegou a ser socorrido e levado ao hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos.

Em entrevista ao blog regional do jornalista Carlinhos Filho, a mãe do rapaz disse que ele tinha problemas mentais e tomava remédios controlados.

“Meu filho usa remédio controlado, então certas coisas que ele fala são só da imaginação dele, mas ele nunca fez e nem faria mal para ninguém. Não era motivo de ninguém chegar aqui e já ir atirando e matando.”, disse a mãe, que acusa os policiais de assassinar o filho por razões torpes.

“Deram três tiros nele, ele caiu no chão e depois o pegaram, colocando ele na viatura como se fosse um animal. Ele ficou com um ferimento no rosto por causa da violência em que foi jogado no carro. Eu quero justiça, até porque não tinha nenhuma passagem pela polícia, ele nunca fez nada”, completou a mãe.

Conquista: Gravíssimo acidente é registrado na noite deste domingo

 

Um gravíssimo acidente foi registrado na noite de hoje (domingo) em Vitória da Conquista, na Avenida Filipinas, próximo ao Hospital de Base.

Segundo informações de testemunhas,  a colisão envolveu duas motos. Os condutores ficaram feridos.

Populares rapidamente acionaram o Samu 192 para realizar o atendimento e socorrer as vítimas.

Os nomes dos envolvidos não foram divulgados

Atenção Urgente: Grave acidente é registrado na “Serra do Tomba” e vítima retirada das ferragens é identificada

No fim da noite desse sábado (19), o motorista Valdinei Silva Cunha foi socorrido e levado para o Hospital Cristo Redentor em Itapetinga, após se envolver em um acidente de trânsito na BA-638. A ocorrência foi no trecho que liga os municípios de Itambé e Ribeirão do Largo, na localidade conhecida como “Serra do Tomba”.

 

Foto: leitor/ ireporter.blog

Segundo testemunhas, o funcionário da Sirtec dirigia um caminhão da empresa, quando perdeu o controle da direção e acabou tombando o veículo. Ao todo, cinco pessoas estavam no caminhão no momento do ocorrido. Todas saíram sem ferimentos do acidente, exceto o motorista, que ficou preso as ferragens.

Ainda de acordo com as informações, o resgate foi realizado pelo Corpo de Bombeiros de Vitória da Conquista, juntamente com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Itapetinga. O estado de saúde de Valdinei, morador da cidade de Poções, é considerado estável.

A principal suspeita é que o acidente aconteceu porque faltou freio no caminhão.

As informações são do site Irepórter.blog

A Caçada ao Criminoso Lázaro Se Transforma Em Disputa Política

Caçada a criminoso Lázaro se transforma em disputa política

Há dez dias, 300 policiais promovem um cerco no entorno do Distrito Federal na tentativa de capturar um criminoso acusado de praticar uma série de crimes. Lázaro Barbosa de Souza, de 32 anos, é suspeito cometer assassinatos e estupros em pelo menos três estados da federação. As buscas se concentram numa região de mata fechada próxima a Brasília, onde o suspeito matou a tiros toda uma família.  A caçada, como quase tudo hoje em dia, descambou para o embate político.

O  governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), afirmou que estava impressionado com a  demora em prender o criminoso. “Espero que isso aconteça o mais rápido possível, para que a gente possa tranquilizar as famílias daquela região e dar a punição devida a esse marginal que vem causando tanto mal e que vem fazendo a polícia do Distrito Federal e do Goiás quase como de bobas”, disse o governador.

Irritado com as declarações de Ibaneis, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), disparou no Twitter: “Que Ibaneis não se atreva a desrespeitar policiais goianos, os melhores do País, novamente. Não admito. Se ele trata policiais do DF com grosseria, minha solidariedade a eles. Em Goiás a polícia é nosso orgulho. Trabalha sério para prender o facínora sem produzir mais vítimas”, escreveu Caiado.

O presidente Bolsonaro, por sua vez, aproveitou para defender a política de armamento.  “Esse elemento tentou entrar numa chácara e foi repelido porque o cara tinha uma calibre doze lá dentro. Os bandidos estão armados, você não tem paz nem dentro de casa. Eu não consigo dormir, apesar de uma segurança enorme aqui no Alvorada, sem ter uma arma do meu lado”, disse Bolsonaro, que tem uma pistola sob o travesseiro.

Na sequência, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, que é general da reserva, também não perdeu a oportunidade de comentar a fuga de Lázaro: “A polícia tem tropa especializada, principalmente na área em que ele está, de mato cerrado, não é simples você achar uma pessoa. Uma área larga, você tem que isolar. Primeiro, se faz um cerco longo, depois você vai dividindo por quadrante e vai vasculhando até achar o cara. É igual a buscar leão na selva, vai batendo mato, operação demorada

Itambé: Idoso mata jovem com facada durante discussão


Um jovem foi morto com uma facada na noite do último sábado (19), no bairro Felipe Achy, em Itambé.

De acordo com as informações, Eufrásio da Silva Santana, de 32 anos, foi atingido por José de Brito Santos, de 72 anos, durante uma discussão na Rua Capitão Veloso.

Apos ser atingido, o rapaz chegou a ser socorrido e encaminhado para a Santa Casa de Itambé, onde faleceu.

O autor foi preso e encaminhado para a Delegacia de Itapetinga. O corpo da vítima foi removido para o IML de Itapetinga. O motivou a discussão ainda não foi divulgado.

A China ultrapassa marca de 1 bilhão de vacinados contra a Covid-19

A China ultrapassou a marca de 1 bilhão de vacinas aplicadas contra a Covid-19 neste domingo (20), aponta balanço da plataforma Our World in Data, ligada à Universidade de Oxford. O número corresponde ao total de doses aplicadas no país.

população chinesa é estimada em 1,3 bilhão de pessoas, segundo o Banco Mundial. Como não há divisão entre 1ª e 2ª dose nos números divulgados, é difícil dizer qual a porcentagem dos adultos foi completamente imunizada – isso porque, assim como no Brasil, a maioria das vacinas usadas tem que ser aplicada em duas doses.

De acordo com a plataforma, o país lidera, com folga, o ranking de vacinação mundial bem à frente dos Estados Unidos (316 milhões de doses) e Índia (266 milhões de doses). No total, mais de 2,6 bilhões de doses de vacinas já foram aplicadas em todo o planeta.

Proporcionalmente, no entanto, a China fica atrás de EUA (95 a cada 100), Reino Unido (108 a cada 100) e Israel (122 a cada 100), com 70 doses aplicadas a cada 100 habitantes – e à frente do Brasil (40 a cada 100) e Índia (19 a cada 100).

A China utiliza apenas vacinas desenvolvidas em território nacional: a CoronaVac, as vacinas da Sinopharm (versões de Wuhan e Pequim) e a da farmacêutica CanSino – essa última é dada em apenas uma dose, o que acelera a campanha de imunização.

Apenas na última semana, o gigante asiático administrou, em média, pouco mais de 18 milhões de doses por dia, segundo a plataforma Our World In Data.

No último dia 8 de junho, o país aprovou o uso da CoronaVac para crianças acima de 3 anos, o que pode fazer aumentar ainda mais o número de doses aplicadas. A China foi o primeiro país a aprovar uma vacina contra a Covid para crianças.

A vacina da Pfizer já vem sendo aplicada em adolescentes acima de 12 anos em países como EUA, Canadá, Reino Unido e União Europeia.

Vacinação no Brasil

O Brasil é o 4º país que mais aplicou vacinas contra a Covid-19 do mundo em números absolutos (somando a primeira e a segunda doses), mas é apenas o 67º na vacinação proporcional (que considera o número de imunizantes administrados em relação à população).

São mais de 86 milhões de doses aplicadas no Brasil até o momento, o equivalente a 39 vacinas a cada 100 habitantes, o que nos coloca em um patamar similar ao de Tuvalu (40), Guiana (40), Argentina (38) e El Salvador (37) e um pouco acima da média mundial (32).

Nações com mais vacinas contra Covid-19 aplicadas

 

País Doses administradas População Doses por 100 habitantes
1. China 1,01 bilhão 1,3 bilhão 70
2. EUA 317 milhões 331 milhões 95
3. Índia 263 milhões 1,38 bilhão 19
4. Brasil 86 milhões 212 milhões 40
5. Reino Unido 72 milhões 67 milhões 107
6. Alemanha 64 milhões 83 milhões 77
7. França 46 milhões 67 milhões 68
8. Itália 44 milhões 60 milhões 73
9. Turquia 39 milhões 84 milhões 46
10. México 38 milhões 128 milhões 30

Governador Rui Costa lamenta mortes por Covid no dia em que o Brasil atinge marca de 500 mil óbitos

Em uma postagem nas redes sociais, o governador Rui Costas lamentou, neste sábado (19), as 500 mil mortes por Covid-19 já registradas no Brasil. O gestor ressaltou que mesmo com a abertura de leitos, os que morreram não mais voltarão para o ceio familiar. Somente na Bahia, de acordo com o último boletim emitido pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) neste sábado (19), em um período de 24 horas, mais 94 óbitos foram registrados. O total atualizado é de 23.104 mortes em território baiano.

Na postagem o governador demonstrou solidariedade às vítimas e aos familiares. “Por mais que a gente consiga vacinar, por mais leitos de UTI que a gente consiga abrir, por maiores que sejam nossos esforços, essas pessoas não retornarão. São vidas humanas que se perderam. Pais, avós, filhos, amigos que não veremos mais. Famílias destruídas. É preciso compreender o significado disso, ter a dimensão dessa tragédia. Que Deus, em sua infinita sabedoria, conforte o coração de quem ficou”, publicou.

Atenção: Botijão de gás pode chegar a custar R$200 até o fim do ano

 

De acordo com o presidente da Associação Brasileira dos Revendedores de Gás Liquefeito do Petróleo (Asmirg), Alexandre Borjaili, o preço do botijão de gás pode chegar a R$200 até o fim do ano.
Alexandre Borjaili explicou como esse aumento funciona na prática. “Esse é o quinto aumento só neste ano. A Petrobrás está aumentando em R$2,50 o equivalente a um botijão de 13kg.
Paralelamente, as companhias e distribuidoras estão aumentando em R$1,50 em função do ajuste de custo operacional. Então, a soma deste dois nos dá um aumento real, hoje, ao consumidor de R$4. Além disso, vem os aumentos do ICMS, que são impostos estaduais”, esclarece o presidente da Asmirg.
“Uma questão muito divulgada pelos nossos governos é que acabando com o imposto vai reduzir o preço do gás. Não acreditamos, O governo federal tirou a alíquota de PIS e Cofins e nenhum centavo chegou ao consumidor. O produtor hoje extorque a nação, vendendo um produto por um preço extremamente abusivo”, continuou Alexandre.
Mas não para por aí, o presidente ainda falou sobre os possíveis aumentos no preço do botijão até o fim do ano. “As revendas estão fechando em praticamente quase todos os Estados do Brasil. Mantemos a nossa previsão do gás chegar até o fim do ano entre R$150 e R$200. É o que estamos vendo. Não há governo ou agência de defesa do consumidor preocupados e empenhados em monitorar, reduzir ou estancar esse caos que gerou dentro do setor do gás de cozinha”, lamentou Alexandre.
E para quem se pergunta se o preço do gás vai cair, podemos dizer que o cenário não é tão animador assim.
Primeiro, temos que entender os fatores que determinam o preço do gás no Brasil. O economista e professor da FGV-RJ (Fundação Getulio Vargas) Mauro Rochlin conversou com o CNN Brasil Business para explicar a formação de preço do combustível.
O gás de cozinha ou encanado é um derivado do petróleo. Portanto, o preço do combustível fóssil é o principal fator para a formação de preço do botijão. E é aí que a coisa começa a ficar complicada.
O barril do petróleo Brent era negociado a US$ 72,40 nesta quinta-feira, muito próximo do patamar pré-pandemia –em 20 de maio de 2019, a cotação alcançou US$ 72,83.

No período mais agudo da recente crise econômica, o preço do barril do Brent chegou a afundar para US$ 22,74.

Portanto, se o petróleo está mais caro, o gás na sua cozinha também ficará.
Ainda é preciso considerar que a commodity é negociada em dólares. Hoje, cada dólar vale cerca de R$ 5. É verdade que o real está se valorizando ante a moeda norte-americana, mas a alta do preço do petróleo vem anulando este que seria um fator positivo no preço do gás.
O governo interveio e zerou a alíquota de PIS e Cofins que incide sobre o gás de cozinha, mas a redução no preço não chegou ao consumidor porque as empresas aproveitaram para ter alguma margem de lucro.
“Muitas companhias já avisaram que, analisando a planilha de custos, não poderão repassar a queda do imposto, ou seja, a medida só vai ajudar a aumentar a lucratividade das distribuidoras”, disse, o presidente da Associação Brasileira dos Revendedores de Gás Liquefeito de Petróleo (Asmirg), Alexandre Borjaili.

É Só uma Gripezinha’, ‘País de maricas’: as frases de Bolsonaro sobre a pandemia

O presidente Jair Bolsonaro minimizou a pandemia do novo coronavírus, questionou medidas para combatê-la e a segurança das vacinas e promoveu remédios ineficazes contra a doença, que já deixou mais de meio milhão de mortos no Brasil.

 

No Senado, uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) investiga as “omissões” do presidente, diagnosticado com covid-19 em julho de 2020, diante da tragédia.

Confira algumas de suas frases:

Vírus “superdimensionado” – “Está superdimensionado o poder destruidor desse vírus. Talvez esteja sendo potencializado até por questões econômicas” (9/3/2020, quando o Brasil registrava 25 casos, sem nenhuma morte)

“Histeria” – “Olha, a economia estava indo bem… Esse vírus trouxe uma certa histeria. Tem alguns governadores, no meu entender, eu posso até estar errado, mas estão tomando medidas que vão prejudicar muito a nossa economia” (17/3/2020, dia seguinte à primeira morte no país)

“Gripezinha” – “Para 90% da população, isso vai ser uma gripezinha ou nada” (27/3/2020, com menos de 100 mortos)

“Começando a ir embora” – “Parece que está começando a ir embora essa questão do vírus” (12/4/2020, com 1.200 mortos)

“E daí?” – “E daí? Lamento. Quer que eu faça o quê? Eu sou Messias, mas não faço milagre” (28/4/2020, em referência a seu sobrenome, quando havia quase 5.000 mortos)

“País de maricas” – “Tudo agora é pandemia, tem que acabar com esse negócio, pô. Lamento os mortos, lamento. Todos nós vamos morrer um dia, aqui todo mundo vai morrer. Não adianta fugir disso, fugir da realidade. Tem que deixar de ser um país de maricas” (10/11/2020, com 163.000 mortos)

“Se você virar um jacaré” – “Se você virar um jacaré, é problema seu. Se você virar Super-Homem, se nascer barba em alguma mulher aí, ou algum homem começar a falar fino, eles (Pfizer) não têm nada a ver com isso.” (18/12/2020, sobre possíveis efeitos colaterais das vacinas, com 185.000 mortos)

Máscaras “prejudiciais” – “Começam a aparecer estudos aqui (…) sobre o uso de máscara, que, num primeiro momento aqui, uma universidade alemã fala que elas são prejudiciais a crianças e levam em conta vários itens aqui como irritabilidade, dor de cabeça, dificuldade de concentração, diminuição da percepção de felicidade, recusa em ir para a escola ou creche, desânimo, comprometimento da capacidade de aprendizado, vertigem, fadiga” (25/2/2021, com 250.000 mortos)

Pandemia “usada politicamente” – “Não vamos chorar o leite derramado. Estamos passando ainda por uma pandemia, que em parte é usada politicamente não para derrotar o vírus, mas para tentar derrubar o presidente” (7/4/2021, com 340.000 mortos)

Hidroxicloroquina – Fui acometido do vírus e tomei a hidroxicloroquina. Talvez eu tenha sido o único chefe de Estado que procurou remédio para esse mal. (…) Não vou esmorecer, sou cabeça dura, sou perseverante” (11/06/2021, com 484.000 mortos)



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia