WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia

prefeitura de pocoes




cobra produtora marcus solla acougues angelica fabricio

:: 24/jul/2021 . 20:36

Capacitação dos motoristas e técnico de enfermagem da transferência da secretaria municipal de saúde, prefeitura de Poções e secretaria de Saúde

 

Vitoria da Conquista é a 4º cidade com a gasolina mais cara da Bahia: Veja a lista

A cidade de Vitória da Conquista é a 4º cidade que tem a gasolina mais cara do Estado da Bahia. A cidade que ocupa o 1º lugar é a cidade de Brumado.

A gasolina comercializada em Brumado segue como a mais cara do Estado da Bahia entre catorze municípios pesquisados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O levantamento foi feito entre os dias 18 e 23 de julho. Os preços foram colhidos em sete postos da cidade, localizados nos bairro São Jorge, São Felix e Santa Tereza, além do Centro e da BR-030.

O preço médio do litro da gasolina foi de R$ 6,466. O menor preço encontrado foi de R$ 6,429, em um estabelecimento localizado no bairro São Jorge. Já o maior valor foi de R$ 6,489, em outro posto, localizado no mesmo bairro.

O aumento em relação ao mês de maio foi de 10,3% em relação a meados de maio, quando o produto era vendido a R$ 5,865 e de 2,9% em relação ao início de julho, quando o produto era encontrado por R$ 6,284.

Preço médio da gasolina na Bahia

PESQUISADOS PREÇO MÉDIO
BRUMADO 7 6,466
JUAZEIRO 10 6,384
EUNAPOLIS 7 6,294
VITORIA DA CONQUISTA 10 6,226
ILHEUS 12 6,144
ITABUNA 15 6,111
GUANAMBI 10 6,096
LAURO DE FREITAS 10 5,972
SALVADOR 87 5,969
CAMACARI 12 5,966
FEIRA DE SANTANA 23 5,939
SIMOES FILHO 9 5,933
IRECE 8 5,912
BARREIRAS 2 5,839

Atrás de Brumado, com a segunda gasolina mais cara da Bahia está Juazeiro, onde o produto custa em média R$ 6,384. Na sequencia aparece Eunápolis, com R$ 6,294 e Vitória da Conquista, com R$ 6,226.

Atenção: Greve dos caminhoneiros segue prevista para domingo

(Foto: Reprodução)
Está prevista para domingo (25), Dia do Motorista, uma paralisação dos caminhoneiros. A categoria se diz insatisfeita com promessas não cumpridas do presidente Jair Bolsonaro e também a alta do diesel tem provocado descontentamento, segundo o Estadão Broadcast.
O presidente do Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC), Plínio Dias, disse que a mobilização começa no dia 25 e que a adesão pode crescer na segunda-feira e nos dias subsequentes. Ao todo, ele afirma ter enviado 387 ofícios ao governo com as demandsa da categoria.
Uma delas é o pedido de fim para a Política de Paridade Internacional da Petrobras, que regula o preço do combustível de acordo com o mercado mundial. Outro é o fim da isenção do PIS/Cofins sobre o diesel.
Segundo o Broadcast, a Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores (Abrava) vai decidir sobre a adesão no movimento em reunião com seus associados amanhã (22). Já a Associação Nacional de Transporte do Brasil (ANTB), disse que apoia a decisão.
Com informações do site: ESTADÃO BROACAST

Urgente: Conquistenses vão às ruas a favor da vacina e contra Bolsonaro

O sábado 24 de julho está sendo marcado por mais protestos contra o governo do Presidente Jair Bolsonaro.

Desta vez, mais de 400 cidades em todo o Brasil estão com as ruas ocupadas por brasileiros indignados,  em defesa do SUS, por mais vacinas, auxílio emergencial de R$ 600, empregos e moradia.

Em Vitória da Conquista, o Fórum Sindical e Popular promoveu uma marcha pela cidade que contou com a presença de centenas de manifestantes. A caminhada percorreu pelo centro da cidade em diálogo com a população e trabalhadores do comércio e foi encerrada na praça Nove de Novembro.

A manifestação teve também a presença de sindicatos de professores e movimentos sociais diversos.

O evento também contou com protestos contra uma ação da prefeitura de Conquista ocorrida no feriado de São João, quando a Secretaria de Infraestrutura determinou que tratores demolissem os barracos de famílias em situação de vulnerabilidade que ocupavam um terreno público.

Também houve protestos contra o projeto que visa implementar em Conquista uma taxa pela destinação dos resíduos sólidos, a “taxa do lixo”.

Para Leonardo Viana, presidente do Sindicato dos Bancários de Vitória da Conquista e Região, a política do governo Bolsonaro tem levado o país para um obscurantismo sem precedentes. “Assim como nas manifestações anteriores, vemos crescentes na participação das pessoas e na quantidade de cidades mobilizadas para pedir o impeachment do presidente. Isso demonstra o crescimento da insatisfação da população, bem como um maior reconhecimento quanto aos possíveis crimes cometidos por Bolsonaro, principalmente nos casos de interferência na Polícia Federal para blindar os seus filhos de investigações, no escândalo do orçamento paralelo, com o tratoraço, e a prevaricação em não mandar apurar o esquema de compras superfaturadas de vacinas com pedidos de propinas. Estes são exemplos mais que suficientes para justificar a retirada do presidente. Não fecharemos os olhos para esses absurdos, e é por isso que continuaremos nas ruas pressionando o presidente da Câmara para que coloque em pauta o julgamento dos mais de 100 pedidos de impeachment protocolados na Casa”, destacou Leonardo.

O protesto contou ainda com movimentos estudantis, militantes dos partidos da esquerda e populares. Foi o terceiro protesto só neste ano.

Poções: Vacinômetro atualizado – 22/07/21

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Poções vacinou até a última quinta-feira (22/7), 21.053 pessoas com a primeira dose da vacina anticovid. Já a segunda dose foi aplicada em 7.390 pessoas, resultando em 28.443 pessoas imunizadas.
Até o momento, Poções recebeu do Ministério da Saúde, repassadas pelo Governo da Bahia, 31.724 doses de vacinas.

Atenção: Quase 60% da população vacinável já tomou a primeira dose, diz MS

Foto: Divulgação

O Brasil ultrapassou a marca de 130 milhões de doses de vacinas da Covid-19 aplicadas nesta sexta-feira (23/7), segundo o portal Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias. Com isso, o Ministério da Saúde afirma que quase 60% da população brasileira vacinável, ou seja, com 18 anos ou mais, já tomou a primeira dose e mais de 20% já completou a imunização.

Desde o início da campanha de vacinação, já foram distribuídas mais de 164 milhões de doses para os estados e o Distrito Federal. Dessas, ao menos 123,8 milhões de vacinas já foram aplicadas.

Poções: prefeitura de Poções inicia plano de reforma das escolas municipais



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia