Um pastor de 38 anos de idade de Zimbabwe, na África, tirou a própria vida após brigar com a namorada. A dor do rompimento do relacionamento foi tão grande que ele se desesperou e tomou vários remédios.

Seu nome era Richard Nhika e atuava em uma igreja na cidade de Westgate. Ao gravar a despedida ele afirma que sempre vai amar Nomatter, sua namorada. Ele recordou os bons momentos dizendo que seu amor por ela fez com que ele a tratasse sempre muito bem.

A família e os amigos, bem como os fiéis da igreja, não sabiam da existência desse relacionamento e se surpreenderam com a atitude do rapaz, pois ele era muito religioso. Muitos acreditavam que sua espiritualidade o impediria de cometer um ato desses.

Veja o vídeo:

Muitos cristãos tem a crença de que não se pode tirar a própria vida, pois foi Deus que a deu e só ele poderá tirar. Isso seria motivo suficiente para que ninguém faça nada contra si mesmo, mas não foi o que aconteceu com Nhika.

O religioso foi encontrado no local onde tomou os remédios ainda com vida. Ele chegou a ser internado e passou por uma lavagem estomacal, mas não resistiu, pois grande parte dos medicamentos haviam sido absorvidos pelo organismo.

No dia seguinte ele faleceu, deixando milhares de pessoas arrasadas. Ninguém tem conhecimento se ele sofria de depressão, mas seu comportamento mostra que há fortes indícios de que ele estivesse passando por problemas psicológicos.

De qualquer forma, ninguém percebeu nada e agora infelizmente estão tendo que lidar com a dor da perda do irmão de fé.