“Tomando essa vacina, a esperança da gente é de sobreviver mesmo, porque o que essa vacina traz pra gente é saúde! O sentimento, realmente, é que essa vontade foi satisfeita na gente”, foi o que disse o simpático Daut Guedes, conhecido por Seu Guedes, de 77 anos, ao tomar a primeira dose da vacina contra a Covid-19, no Abrigo Lar da Terceira Idade.

Seu Guedes foi um dos primeiros idosos a receber a vacinação contra a Covid-19

Assim como ele, todos os idosos acima de 60 anos que vivem nas Instituições de Longa Permanência (abrigos e asilos) de Vitória da Conquista estão sendo vacinados contra a Covid-19. Eles fazem parte de um dos grupos prioritários da 1ª fase da campanha de vacinação, conforme o Plano de Vacinação contra a Covid-19.

A ação, que iniciou na tarde desta sexta (22) e seguirá na manhã deste sábado (23), vai vacinar em torno de 250 idosos e cuidadores de cinco Instituições de Longa Permanência de Idosos do município: Casa Maria Mãe dos Pobres, Abrigo Lar da Terceira Idade, Pró Vida, Nossa Casa Terceira Idade e Abrigo Nosso Lar.

“O município segue com a estratégia de vacinação contra a Covid-19 e nessa primeira etapa de recebimento de doses, que ainda não foi um grande quantitativo, foi priorizado a vacinação dos trabalhadores de saúde da linha de frente Covid, e também os idosos a partir de 60 anos que estão institucionalizados, conforme o Ministério da Saúde definiu no Plano Nacional”, explica a Diretora de Vigilância em Saúde, Ana Maria Ferraz.

A segunda dose da vacina tem previsão de ser administrada após 30 dias da primeira aplicação.

Vale lembrar que, assim que novas remessas de doses da vacina forem enviadas ao município, será ampliada a vacinação para os demais idosos que estão no grupo prioritário da primeira fase da campanha, conforme definição do Ministério da Saúde.