A professora de Matemática e Educação Financeira no Centro Juvenil de Ciência e Cultura (CJCC) de Vitória da Conquista, Adriana Sousa, é semifinalista no Prêmio Professor Transformador. Docente da rede estadual há 24 anos, ela se inscreveu na premiação com o projeto “É da $ua conta?!”, concebido para atender às solicitações, necessidades e demandas dos estudantes em relação aos conhecimentos sobre educação financeira. O prêmio é promovido, conjuntamente, pelo Instituto Significare, Bett Educar e Base2Edu, com o objetivo de valorizar e divulgar práticas de educadores que estão contribuindo para transformar a Educação brasileira, tanto em escolas públicas quanto nas privadas.

“Ser selecionado em meio a projetos incríveis de todo o Brasil é uma imensa alegria. É o reconhecimento do trabalho realizado pelos e com os nossos estudantes do CJCC Conquista”, comemora Adriana. Conforme a educadora, seu papel transformador tem no CJCC uma importante base pedagógica. “Os Centros Juvenis de Ciência e Cultura são projetos inovadores da rede estadual de ensino da Bahia. São verdadeiros laboratórios de aprendizagem e inovação, através dos quais os estudantes têm liberdade de estudar e pesquisar o tema que quiserem. Como professora deste espaço, posso orientá-los e também desenvolver ainda mais minhas inquietações, curiosidades e ações educacionais criativas e desafiadoras”.

O curso “É da $ua Conta?!”, explica, foi elaborado para atender às necessidades no que se refere à mobilização de conhecimentos na administração financeira pessoal/familiar e conscientização do papel dos estudantes e seus familiares perante à sociedade. Originalmente, o projeto foi concebido para o formato presencial. Com a pandemia, o curso foi ressignificado e adaptado para o formato on-line, sem perder a metodologia dialógica em que todos interagem e aprendem com todos e com atividades práticas, como a construção do cofrinho com materiais recicláveis e desenvolvimento de multilinguagens, a exemplo da criação de histórias em quadrinhos, vídeos, jogos e aplicativos digitais, Wiki e criação e publicação de podcast (https://anchor.fm/adrianacjcc).

Já no formato on-line, o projeto foi realizado no ambiente virtual de aprendizagem Moodle (http://cjccvc.org), permitindo a construção de um ambiente mais acolhedor, divertido e próximo do universo dos  estudantes (emojis e quadrinhos, por exemplo), como destacou a professora Adriana. “As interações ocorreram de forma síncrona, por meio do Google Meet, e assíncronas, através de fórum de discussões para o aprofundamento de conceitos e compartilhamento de produções; diário de bordo; sentimentos; efeitos dos conhecimentos adquiridos nas ações familiares; wiki (produção coletiva de histórias); e mural interativo (padlet). Além destes recursos, foi utilizado o WhatsApp para a comunicação direta com os estudantes.

Sobre a premiação – A seleção dos 12 finalistas (três de cada categoria: Educação Infantil, Ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II e Ensino Médio) será no próximo dia 28. A divulgação nacional dos três finalistas (em cada categoria) está marcada para o dia 3 de março. Em maio deste ano, haverá o Encontro Bett 2021 – Prêmio Transformador, com a premiação e revelação dos três vencedores de cada categoria, que serão premiados com R$ 7 mil, troféu, participação na Bett Educar 2022; divulgação do projeto vencedor em matéria especial para veiculação na mídia; e o certificado “Escola que acredita na transformação pela Educação”. Já os segundos e terceiros colocados em cada uma delas receberão R$ 2.500 mil; troféu; e a oportunidade de apresentar seus projetos na edição de 2022 da Bett Educar.


Foto: Divulgação
Assessoria de Comunicação

Secretaria da Educação do Estado da Bahia