SURGIRAM NA CIDADE, nos últimos anos, pessoas especializadas em diversas modalidades de crime. Indivíduos que não temem nem a polícia. Pessoas que arrotam valentia. De acordo com as forças de segurança, Veraldino Santos Júnior, vulgo “Papinha”, era assim. Um elemento considerado de alta periculosidade.
Ele não tinha limites e morreu no início da manhã desta quinta-feira (28), no loteamento Vila Elisa após confronto com uma guarnição da Rondesp Sudoeste.

Quando os policiais tentaram capturá-lo, ele deu a testa. E os militares foram recebidos a tiros. Ele foi baleado. Chegou a ser socorrido e encaminhado para o Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC), mas ele não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.