Beneficiados com saída temporária, dois teriam matado a vítima e retornado imediatamente ao Nilton Gonçalves.

A CIPE Sudoeste (Caesg) prendeu três suspeitos de participação no assassinato de Ramon Moreira. Fato ocorrido na tarde desse sábado (07), no bairro Guarani, em Vitória da Conquista.

Ramon Moreira foi executado a tiros na tarde desse sábado (07), no bairro Guarani.

A guarnição realizava abordagens no bairro Guarani, quando presenciaram a ação criminosa. Como havia muitas pessoas na rua, os militares evitaram o confronto no primeiro instante. Os bandidos embarcaram em um carro de passeio e fugiram em direção a reserva do Poço Escuro, momento que houve troca de tiros com os bandidos. Eles abandonaram o carro, entraram na mata e fugiram.

A Caesg foi até a casa da proprietária do veículo, onde se depararam com ela e o seu companheiro, Jackson Souza Gonçalves.

Ao serem questionados sobre o veículo, Jackson alegou que havia acabado de sofrer um assalto e estava seguindo até a delegacia para realização do B.O. Não convencidos, os policiais apresentaram o casal na delegacia, onde Jackson mudou a conversa e disse que havia emprestado o carro a alguns rapazes e ficado com uma moto, que estaria estacionada no Centro da Cidade. Logo depois, ele mudou novamente a história e disse que emprestou o carro e depois foi avisado que o veículo havia sido utilizado numa ação criminosa, mas não foi convincente ao tentar explicar o motivo de ter deixado a moto no Centro.

Sabendo que um dos autores tinha se ferido na cabeça durante a fuga, a polícia recebeu a informação de que um detendo do Nilton Gonçalves, beneficiado com saída temporária, o qual retornou à unidade durante a tarde, acionou os agentes penitenciários alegando que havia machucado a cabeça. Ele foi encaminhado ao hospital, onde os militares o reconheceram como sendo um dos envolvidos no crime e descobriram que outro detento, o qual, também, retornou à unidade no mesmo horário, seria o terceiro envolvido no crime.

Iuri Brito Lima e Lucas Carvalho de Novais, vulgo “Toreba”, foram presos em flagrante e apresentados no Disep. O quarto suspeito de participação no crime foi identificado como sendo Filipe. Ele não foi localizado.

Jackon, Iuri, e “Toreba” foram autuados em flagrante e serão encaminhados ao Conjunto Penal de Conquista.

De acordo com a polícia Civil, Iuri é considerado de alta periculosidade e apontado como autor de vários homicídios, inclusive do ocorrido na noite da última quarta-feira (04).