Oito mandados de prisão, por crimes como homicídio, tráfico de drogas e roubo, foram cumpridos pela Polícia Civil, por meio do Departamento de Polícia do Interior (Coorpin), contra o Valete de Paus, do Baralho dos Procurados, da Secretaria da Segurança Pública (SSP), João Cleison Mota Carvalho, o “Didi”, de 32 anos.
A informação foi revelada, na manhã desta segunda-feira (5), pelo diretor do Depin, delegado Flávio Góis, durante coletiva à imprensa, na sede da PC, na Piedade. Didi foi preso em Maceió, nas primeiras horas do sábado (3), durante ação conjunta do Depin e Polícia Civil de Alagoas.
Didi estava sendo procurado após fugir do Complexo Penitenciário da Mata Escura, em 2017. O traficante estava preso por roubo desde 2013. “Ele vinha residindo em Alagoas, onde se passava por empresário, comprando e vendendo imóveis, terrenos e carros de luxo para lavar o dinheiro do tráfico”, explicou o delegado.
As investigações coordenadas pelo delegado Jorge Figueiredo, do Depin, apontam que Didi chegava a movimentar cerca de R$ 1 milhão, por mês. “Localizamos o traficante em Maceió, vivendo com familiares em um condomínio de luxo, como empresário”, salientou Figueiredo, acrescentando que ação que resultou na prisão de Didi contou com o apoio de equipes da Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (Cati/Depin).
Didi, que foi preso com uma pistola Glock, calibre 9mm, e documentos falsos, foi trazido para Salvador com o apoio de um helicóptero do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer) e encaminhado para a Unidade Especial Disciplinar (UED), na Mata Escura.

Ascom-PC/Caroline Araújo