[FOTO ENVIADA VIA ZAP POÇOES24HS]

Teixeira de Freitas: Na noite desta quinta-feira, 18 de janeiro, a cidade de Teixeira de Freitas volta a registrar uma morte violenta (homicídio). Desta vez o crime aconteceu no interior de um bar, localizado na Rua Abílio Alves Fernandes, no Bairro Vila Vargas, e a vítima foi identificada como Samarone Santos de Oliveira, 45 anos de idade, vulgo “Maguila”, ex-proprietário de academia e que atualmente estava a frente do bar, onde aconteceu o crime.

No local, ninguém soube falar como aconteceu o crime, apenas a Polícia Militar foi informada de disparos de arma de fogo no local. Uma guarnição do 2° Pelotão esteve no local, juntamente com uma ambulância do SAMU, que constatou o óbito. Os militares preservaram o local até a chegada da Polícia Civil. O delegado plantonista, Maderson Souza Dias, e sua equipe, esteve no local, realizando o levantamento cadavérico e iniciando as investigações acerca do caso.

O Departamento de Polícia Técnica foi solicitado para realizar os trabalhos periciais no local do crime. Os peritos Bruno e Danilo realizaram os trabalhos periciais e identificaram que a vítima foi atingida por 03 disparos de arma de fogo, sendo 01 no braço esquerdo, 01 no abdômen e um na parte esquerda do tórax. No local não foi encontrado nenhum estojo, e a suspeita é que tenha sido usado um revólver na ação. O calibre só será conhecido após necropsia.

Os peritos finalizaram os trabalhos periciais, e o delegado autorizou remoção do corpo, que foi encaminhado ao IML de Teixeira de Freitas, onde será submetido à necropsia na próxima sexta-feira. O delegado recebeu dos peritos, chaves de um carro e de uma moto, e investigará onde estão os veículos. Segundo moradores próximos ao bar, o local estava recebendo nos últimos dias, a presença de pessoas suspeitas, mas, ninguém afirmou se o local seria ou não ponto de comercialização de drogas.

Após perícia, nossa equipe recebeu informações de que o crime havia sido praticado por 02 indivíduos em uma motocicleta de cor e placa não anotadas. O delegado Maderson afirmou que instaurou um inquérito policial para investigar autoria e motivação do crime, e o caso será entregue ao Núcleo de Homicídio e Tráfico da 8ª COORPIN. Maguila que possuía uma academia na ladeira de acesso ao Tancredo Neves, anos atrás registrou algumas passagens na Polícia.

[FOTO ENVIADA VIA ZAP POÇOES24HS]