Preso
Divulgação

Elton Leonel Rumich, conhecido como Galant, está preso em Bangu 1, no Rio de Janeiro

Em fevereiro de 2018, Elton Leonel Rumich, conhecido como ‘Galant’, decidiu passar o Carnaval no Rio. Apontado como um dos chefões do CV e do PCC, ele era procurado pelas polícias do Brasil e do Paraguai. Acabou sendo preso pela Delegacia Especializada em Armas e Explosivos (Desarme) enquanto fazia uma tatuagem em Ipanema. Chegou a oferecer R$ 7 milhões aos agentes da especializada para não ter cinco celulares e uma caderneta com anotações de valores levados. O motivo está sendo aos poucos revelado: uma ligação entre o tráfico e o grupo terrorista libanês Hezbollah.