O pedreiro Luíde de Jesus Lemos, de 24 anos, teve a prisão temporária decretada pela Justiça nesta sexta-feira, 13. Ele é suspeito de ser responsável pela morte da enfermeiraClaudiane Mota Nascimento. Os dois conviveram juntos durante cinco anos.

De acordo com a Polícia Civil, Luíde não aceitava o fim da relação e brigas eram constantes durante o relacionamento.

Feminicídio

O crime aconteceu na casa de Luíde, em Boa Vista de São Caetano, em Salvador, na noite de terça-feira, 10, depois que o suspeito e a vítima tiveram uma discussão. Vizinhos acionaram a polícia, quando descobriram o ocorrido.

A família acusa Luíde de ter esfaqueado a ex-mulher durante uma discussão, em seguida ele teria trancado a residência e fugido. “Os vizinhos ouviram a menina chorar, foram lá, viram que o portão estava encostado, a porta trancada e a chave pendurada do lado de fora. Quando entraram, viram a menina deitada ao lado do corpo da mãe”, contou um parente, sob anonimato.[ fonte conquista news ]