Polícia e Conselho Tutelar confirmaram o flagrante, fruto de denúncia do ex-companheiro da mãe, em um motel às margens da BA-122.

Um caso inusitado ocorreu na cidade de Guanambi, sudoeste do estado, quando uma mulher, que não teve a identidade revelada, junto com um suposto amante, teriam ido se encontrar em um motel levando a filha da acusada que tem apenas 1 ano e alguns meses. A ocorrência policial informa que o ex-marido da mulher acionou o Conselho Tutelar e informou que a sua ex-companheira estava indo para o motel encontrar-se com o amante levando a criança, que, neste caso é sua filha também. Os conselheiros acionaram a polícia para ajudar na ocorrência e foram até o respectivo ponto de encontro, localizado às margens da BR-122.

Quando a polícia e os conselheiros chegaram a mulher e o amante não quiseram abrir a porta da suíte, sendo necessário que a atendente ligasse para que eles abrissem, caso contrário, iriam arrombar.

Quando a mulher abriu a porta a criança não foi de imediato encontrada e a mulher disse não saber da criança. Porém, a polícia desconfiou que algo estava errado e descobriram que a criança estava escondida debaixo da saia da mulher. Diante do flagrante tanto a mulher quanto o homem foram conduzidos para a delegacia detidos. Após lavrar a ocorrência a mulher ficou à disposição da justiça e a criança aos cuidados do Conselho Tutelar. Tudo Bahia.