Corpo de Jadilson Ferreira dos Santos, 42 anos, foi localizado na divisa entre Brumado e Ituaçu, a 4 metros de profundidade.

No final da manhã de ontem (8), o brumadense Jadilson Ferreira dos Santos, 42 anos, desapareceu entrar em um rio na Fazenda Curralinho, divisa entre Ituaçu e Brumado para remover um tronco de árvore, momento em que foi arrastado pela correnteza e desapareceu. Para auxiliar nas buscas, o Bombeiro Profissional Civil Voluntário, Osvaldino Barros Santos, de Barra da Estiva, foi acionado pelo o Brigadista Voluntário Wilian Oliveira, de Ituaçu, o qual relatou o ocorrido. O bombeiro orientou que fosse acionada a Polícia Militar de Ituaçu e também a Polícia Civil, instante em que o mesmo se deslocou para o local e, Junto com Wilian e um morador da localidade, Gilvan, iniciaram as buscas.

Por volta das 15h45min, eles encontram o corpo a 4 metros de profundidade. Após tomada as devidas providências, o corpo de Jadilson foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) de Brumado pra ser necropsiado.

De acordo com informações obtidas pelo Destaquebahia, o corpo ainda permanece no IML e deve ser liberado ainda na tarde de hoje (9). A morte de Jadilson causou grande comoção entre os moradores da localidade. O empenho do Brigadista Wilian, do Bombeiro Civil Osvaldino e do Nativo Gilvan, foi bastante elogiado, tendo em vista a periculosidade do local onde ocorreu o afogamento e, ainda assim, eles não mediram esforços para encontrar o corpo de Jadilson. Destaque Bahia.