Uma menina de apenas 7 anos é uma das vítimas confirmadas dos bombardeios na Ucrânia. Polina morreu no dia (25/02) em Kiev. De acordo com a autoridade local, ela e os pais foram mortos a tiros pelo serviço russo de sabotagem e reconhecimento, durante o avanço das tropas.

Os irmãos dela também foram atingidos e estão no hospital.  Várias outras crianças morreram no avanço russo, em Kiev e outras cidades. Um menino não identificado morreu no bombardeio a um bloco de apartamentos no nordeste do país.

A explosão provocou incêndios em vários apartamentos em Chuhuiv. Cinco membros de uma mesma família morreram no sul, em Kherson da Crimeia.

A Ucrânia pediu que a Rússia e suas autoridades respondem por crime de guerra.