Seguranças trocam tiros com bandidos e impedem assalto a carro-forte no Atacadão
Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

Ney Silva

Seis homens fortemente armados e encapuzados tentaram assaltar um carro-forte da empresa Prossegur que chegava ao hipermercado Atacadão Auto Serviço, localizado na avenida Eduardo Fróes da Mota, no conjunto Morada das Árvores, em Feira de Santana. A tentativa de assalto ocorreu por volta das 13h40 deste domingo (15). O estabelecimento estava funcionando normalmente e teve a rotina interrompida devido ao intenso tiroteio entre bandidos e seguranças.

Para praticar o assalto os marginais usaram uma Kombi, placa JQB-2697 de Simões Filho. Segundo a Polícia Militar o veículo tem restrições de roubo. Na fuga eles abandonaram o veículo e um Machado que seria usado ao que tudo indica para facilitar a abertura das portas do carro forte.

O veículo da Prossegur foi alvejado em vários locais, especialmente na porta e acima de um dos pneus traseiros. O tamanho das perfurações indica que as armas usadas pelos assaltantes eram de grosso calibre.

Gerente administrativo de uma empresa na cidade de Alagoinhas, José Soares, veio a Feira de Santana para fazer compras no Atacadão. Ele conta que o tiroteio na parte externa do hipermercado causou correria e desespero entre clientes e funcionários. ” Foi muita correria e sufoco e a gente foi lá para os fundos. Eu pensei que eles iam invadir o estabelecimento. Foram muitos disparos. Acredito que o tiroteio durou uns dez minutos”, afirmou.

Momentos após a tentativa de assalto, policiais da 65ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), foram acionados e chegaram ao local. As equipes comandadas pela tenente Juliana verificaram a ocorrência e fizeram buscas no entorno da empresa e em bairros próximos como Gabriela, Morada das Árvores e Campo Limpo.

Ela informou que os marginais ao chegarem ao estacionamento do Atacadão foram direto para uma porta de ferro ao lado onde estava o carro-forte que seria abastecido. Os vigilantes reagiram e houve a troca de tiros.

“Pela ação a gente percebe que a intenção deles era roubar os cofres, mas a ação dos vigilantes e da Polícia Militar impediu o roubo. Foi um assalto frustrado”, afirmou a PM Juliana. Ela informou que possivelmente os bandidos usaram submetralhadoras 9 milímetros, pistolas ponto 40 e espingardas Calibre 12.

Após o assalto os marginais fugiram em um veículo Siena Prata e tomaram rumo ignorado. Eles conseguiram roubar uma arma de um dos seguranças, mas não levaram dinheiro.

Nota de esclarecimento

A rede esclarece que diante da tentativa de assalto a um carro-forte acionou imediatamente a Polícia Militar. Nenhum colaborador ou cliente foi ferido durante a ação. A empresa vai colaborar com as autoridades.