Após seguir uma investigação sobre o furto de cavalos na região, a Polícia Civil de Jequié conseguiu encontrar carne de equinos (cavalos) na Fazenda Velha, acondicionadas e prontas para serem comercializadas no comércio da cidade e região. De acordo com o Delegado Ivan Lessa, a quadrilha já praticava o crime a pelo menos dois anos. O objetivo da polícia, agora, é identificar os criminosos e os açougues que vendiam/lesavam seus clientes. Segundo o delegado, a Polícia estava investigando o furto de animais da raça Manga Larga Machador de um grande criador dessa raça em Jequié. Chegando no sítio foram encontrados restos mortais dos equinos e uma grande quantidade de carne de equinos cortada e acondicionada em uma freezer velho enferrujado. Todo o material apreendido foi incinerado pela ADAB. O Diretor da Vigilância Sanitária, Alberto, disse que a carne de cavalo quando transformada em charque fica difícil a identificação a olho nu, se cortada em pedaços pequenos e misturada a outras carnes fica difícil fazer a distinção. A carne de cavalo também pode transmitir várias doenças ao ser humano. *Informações do Jequié Urgente e Blog do Junior Mascote