Familiares e amigos da jovem de 23 anos, Mayara Soares dos Santos, que morreu na madrugada do último domingo (11/04), no Hospital Eládio Lasserre, após ser foi atingida com um tiro pelas costas no bairro de Águas Claras, fizeram um protesto nesta terça-feira (13/04), na Estrada do Matadouro.

Eles acusam o marido da vítima do assassinato e afirmam que Tarcísio não aceitava o fim do relacionamento. Qualquer informação sobre o acusado o denunciante pode entrar em contato com a polícia anonimamente pelo telefones 3235-0000 e/ou 190.

Com faixas e cartazes com o nome e fotos do suspeito, os manifestantes exigiram a prisão. ‘Assassino, assassino, queremos justiça’, gritavam as pessoas[fonte intinga tv]