Foto: Divulgação

Redação VN
[email protected]

Os professores da rede municipal de Salvador deflagraram greve por tempo indeterminado nesta quarta-feira (11). Na última quinta-feira(05), uma assembleia discutiu o indicativo de greve da categoria.

Uma carta assinada pela APLB responsabiliza o prefeito ACM Neto pela interrupção das aulas. Os docentes informam aos pais e alunos que há três anos não há reajuste no salário e no auxílio alimentação.

O sindicato realizará uma assembleia geral na tarde desta quarta no Ginásio dos Bancários, na Ladeira dos Aflitos, para discutir os rumos do movimento grevista.