Pesquisa divulgada na manhã desta segunda-feira (21), encomendada pela rádio Nova Salvador FM, aponta uma diferença de apenas oito pontos percentuais entre os candidatos ao Governo do Estado ACM Neto (União Brasil) e Jerônimo Rodrigues (PT). O levantamento, realizado pelo Instituto Opnus entre os dias 16 e 18 de março, é o primeiro com o nome do pré-candidato petista.

A pesquisa estimulada mostra os pré-candidatos com apoio dos seus respectivos candidatos à presidência da República. ACM Neto aparece com 41% das intenções de voto quando tem sua candidatura associada a Ciro Gomes (PDT). O petista Jerônimo Rodrigues, com apoio do presidente Lula (PT), pontua 33% neste primeiro levantamento. Com apoio do presidente Jair Bolsonaro, o pré-candidato João Roma registrou apenas 14% das intenções de voto. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob os números BA-01787/2022 e BR-07285/2022.

Intenção de voto estimulada com apoios:
– ACM Neto, com apoio de Ciro Gomes – 41%
– Jerônimo Rodrigues, com apoio de Lula – 33%
– João Roma, com apoio de Bolsonaro – 14%

O nível de desconhecimento sobre o candidato do Partido dos Trabalhadores ainda é muito alto, segundo aponta a pesquisa: 43% dos entrevistados pelo instituto Opnus não conhecem Jerônimo o suficiente para votar nele. O dado revela que o atual secretário estadual da Educação, que também tem o apoio do governador Rui Costa e dos senadores Jaques Wagner e Otto Alencar, ainda tem grande potencial para ampliar sua pontuação nas pesquisas de opinião, até as eleições de outubro.

A vantagem de ACM Neto sobre Jerônimo aumenta quando a pesquisa não associa os pré-candidatos ao Governo do Estado a seus candidatos à presidência. Sem ter seu nome vinculado ao presidente Lula, Jerônimo alcança apenas 6% das intenções de voto, contra 8% de João Roma e 65% de ACM Neto. A margem de erro da pesquisa é de 2,5% para mais ou para menos