Ana Cristina, presidente do SIMMP

O Sindicato do Magistério Público Municipal de Vitória da Conquista (SIMMP) divulgou uma nota afirmando ter sido “surpreendido pelo desrespeito da Secretaria de Educação com a categoria”. Segundo a direção do SIMMP, nesta sexta-feira (31), estava marcada para 16h30 a primeira reunião para negociar as cláusulas econômicas da campanha salarial 2019, mas a Secretaria de Educação desmarcou poucas horas antes alegando não ter proposta.

O Sindicato afirma que desde de 1º de março já foram protocolados e enviados 07 ofícios cobrando a abertura das negociações e que para conseguir agendar esta última reunião, os diretores do SIMMP tiveram que ir pessoalmente diversas vezes à Secretaria até serem atendidos.

O Blog do Caique Santos encaminhou uma solicitação de posicionamento da Prefeitura de Conquista sobre o assunto e aguarda a resposta.

LEIA A ÍNTEGRA DA NOTA

Nesta sexta-feira (31), o Sindicato do Magistério Público Municipal de Vitória da Conquista (SIMMP) foi surpreendido pelo desrespeito da Secretaria de Educação com a categoria. A primeira reunião para negociar as cláusulas econômicas da campanha salarial 2019 estava prevista para às 16h30, mas a Secretaria desmarcou poucas horas antes. O governo municipal alegou não ter proposta.

O Sindicato tem protocolados sete ofícios que já foram enviados cobrando a abertura das negociações, sendo o primeiro encaminhado no dia 1º de março. Para agendar a última reunião, diretores do SIMMP foram pessoalmente mais de três vezes à Secretaria.

Desde o início da campanha salarial já foram realizadas duas reuniões entre o SIMMP e o governo municipal para tratar sobre as cláusulas pedagógicas. O sindicato conseguiu avançar nas pautas sobre a pós-graduação dos professores e plano de saúde; mas o SIMMP cobra que o reajuste salarial seja discutido também.

O SIMMP manifesta seu repúdio ao desrespeito do governo com a categoria e exige a abertura imediata das negociações.