O prefeito de Jequié, no sudoeste da Bahia, Sérgio da Gameleira, deve ser afastado do cargo mais uma vez hoje (2). Ele já havia sido suspenso das funções anteriormente, por decisão da Câmara de Vereadores, mas a Justiça ordenou que ele fosse reconduzido às atividades.

Essa é uma das seis medidas cautelares cumpridas pela Polícia Federal e Controladoria Geral da União na manhã de hoje (2). Além disso, há outros 11 mandados de busca e apreensão, em operação nomeada Old School, que combate fraudes em licitações na área da educação.

O gestor é acusado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) de improbidade administrativa por provocar prejuízos aos cofres públicos em cerca de R$ 4,9 milhões. Caso sejam comprovadas as irregularidades, Gameleira pode sofrer impeachment.