Mais uma vez o prefeito de Poções, Leandro Araújo Mascarenhas, mostra sua força e prestígio junto ao governador Rui Costa, através do deputado federal Josias Gomes. Desta vez, a conquista se refere a um assunto que vinha deixando a comunidade poçoense bastante apreensiva e dividindo opiniões nas redes sociais: o fechamento da urgência e emergência do Hospital São Lucas/Santa Casa de Misericórdia.

Foto: Arquivo/Blog do Jeferson Almeida

Na correr deste sábado (28/07), o prefeito Léo esteve em conversa com o governador Rui Costa, com o secretário de saúde do estado da Bahia, Fábio Vilas Boas e com o deputado Josias Gomes, onde ficou decidido do pronto-socorro do Hospital São Lucas não irá suspender suas atividades.

“Sabendo da importância do pronto-socorro do Hospital São Lucas, eu não poderia ficar alheio a essa situação. Eu já tinha, junto com o vice-prefeito e secretário de saúde, Jorge Luís, direcionado algumas medidas para que nossa UPA absorvesse parte dessa demanda, mas não me acomodei e ontem foi um dia intenso de conversas e mais uma vez fomos bem sucedidos. Eu pedi e, através do nosso deputado Josias Gomes, o governador atendeu. E eu só tenho a agradecer”, comentou o prefeito Léo.

Os atendimentos de urgência e emergência na cidade de Poções estavam previstos para serem realizados exclusivamente na Unidade de Pronto Atendimento – UPA do município a partir do dia 01 de agosto. A mudança se deu pela necessidade identificada pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB) de readequar os recursos destinados ao contrato com o HSL. Após a intervenção do prefeito Leandro Araújo Mascarenhas, a medida não será mais implementada. Fonte: Blog do Jeferson Almeida