DESDE 1939: FENAI/FAIBRA FEDERAÇÃO NACIONAL DA IMPRENSA

 

NOTA DE REPÚDIO

A Federação Nacional da Imprensa (FENAI/FAIBRA) repudia com veemência as agressões e hostilidades ocorridas desde quinta-feira (5), e que prosseguiu com maior intensidade neste sábado (7), contra profissionais da Imprensa que trabalham na cobertura de eventos relacionados à prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado por corrupção e lavagem de dinheiro.

Toda essa violência injustificável por parte de militantes organizados por movimentos políticos aliados ao ex-presidente Lula da Silva decorre da intolerância e práticas fascistas contrárias ao livre exercício da Imprensa. Além de atentar contra a integridade física dos profissionais da Imprensa, os agressores também prejudicam o direito da sociedade de ser livremente informada.

A FENAI/FAIBRA se solidariza com os profissionais e as empresas de comunicação vítimas das agressões e hostilidades e aguarda que todos os agressores sejam criminalmente identificados pelas autoridades responsáveis, com a punição dos militantes, nos termos da lei.

Os veículos de comunicação que continuaram, neste sábado (07/04), sofrendo agressões e hostilidades: Rede Bandeirantes (Band), Rede Globo, Rede Record, Sistema Verdes Mares, Estadão, Revista Veja, CBN e Correio Braziliense.

Brasília (DF), 07 de Abril de 2018.

J.H. De Oliveira Junior
Presidente da
Federação Nacional da Imprensa FENAI/FAIBRA