2020-11-20t202815z-1387795718-rc287k92ks4v-rtrmadp-3-usa-election-trump
Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, disse pela primeira vez em sua conta no Twitter que recomenda que seja “feito o que precisa ser feito” em relação “aos protocolos iniciais” da transição para o governo de Joe Biden.
Nesta segunda-feira (23), de acordo com a publicação de Trump, a agência federal americana responsável pela transição informou em uma carta à equipe de Joe Biden, presidente eleito, que poderia iniciar formalmente a transição de governos.
“Eu levo esta função a sério e, por causa das questões recentes envolvendo desafios legais e certificações de resultados eleitorais, estou enviando esta carta hoje para disponibilizar esses recursos e serviços a vocês”, escreveu Emily Murphy, chefe da Administração de Serviços Gerais (GSA, sigla em inglês).
O tuíte de Trump sobre a transição foi publicado no mesmo dia em que o presidente sofreu mais uma derrota em sua tentativa de reverter o resultado das urnas.
Nesta quinta-feira, Michigan certificou que Biden foi o vencedor naquele estado. O Comitê Nacional Republicano e o Partido Republicano de Michigan tinham pedido que a certificação fosse adiada para permitir uma auditoria das cédulas do condado de Wayne, que inclui a cidade de maioria negra Detroit.
A campanha de Trump chegou, inclusive, a tentar parar a contagem de votos em Michigan, mas desistiu da ação na semana passada.