Presa por racismo em 2004, Maria Luiza Brito é a nova secretária de Assistência Social, da Mulher e da Igualdade Racial do município de Bodocó, no sertão de Pernambuco.
A titular era universitária quando ofendeu o soldado da Polícia Militar Leonildo Hilário Nunes. Autuada em flagrante, ela foi levada para a Colônia Feminina do Bom Pastor, em Recife.
O episódio ocorreu quando a mulher discutiu com um taxista, que a havia transportado outros três jovens na mesma corrida, sem dinheiro para pagar o trajeto.
O delegado, ao tentar intervir na confusão, teria sido xingado e discriminado por ser negro. Com informações do Portal Metro1.