Morreu nesta segunda-feira (21) o sexto preso baleado durante a rebelião na Penitenciária Lemos Brito, que fica no Complexo Penitenciário de Mata Escura, em Salvador, no domingo (20). Segundo o secretário de Administração Penitenciária e Ressocialização, Nestor Duarte, o homem foi atingido no rosto e estava internado no Hospital Geral do Estado (HGE).

O nome do último detento que morreu não foi divulgado. Com este óbito, desce para 16 o número de feridos durante a rebelião.
De acordo com Nestor Duarte, 10 presos foram transferidos para o Conjunto Penal, que também fica no Complexo Penitenciário de Mata Escura, para não ter contato com os outros detentos.

O secretário explicou que a presença deles no mesmo pátio foi identificada como grave, o que motivou a transferência. Outros presos estão sendo ouvidos.

A Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar a rebelião. Nesta segunda, uma revista foi feita dentro do complexo e uma pistola foi encontrada dentro de uma das celas.

Apesar dos dados da Seap, o Ministério Público da Bahia (MP-BA) informou que fez um levantamento onde aponta que 38 detentos ficaram feridos durante a rebelião. O órgão estadual explica que os dados são resultados de informações levantadas em unidades de saúde que atenderam os presos.

Com informações do G1

Please follow and like us:
fb-share-icon
Tweet 20
fb-share-icon20