Trêmula e bastante tensa, Dona Iracema disse que vai ter que abandonar o bairro Patagônia e apressar sua ida para outra cidade. Esta mudança está predominando sua mente há vários dias e agora ganha mais robustez, porque ela viu na parte da manhã, o cadáver de Camila Alves, 23 anos, estirado no chão. Morreu quando atravessava a rua, para comprar bolo.

Dois homens se aproximaram. Apontaram a arma para a cabeça de Camilinha e dispararam vários tiros. O assassinato foi registrado na Avenida Paramirim. A polícia informou que a vítima tinha várias passagens pelas delegacias, acusada de tráfico de drogas. Atualmente, quase 90% dos crimes na cidade se relacionam com o tráfico ou consumo de drogas.