Um homem e a esposa foram executados à tiros, na tarde deste sábado (19), vítimas de atiradores encapuzados em um carro preto, no bairro da Francilândia, em Abaetetuba, nordeste paraense.

Segundo informações da Polícia Militar, as vítimas estavam dentro de um carro conversando, quando homens, armados com fuzis e metralhadoras, se aproximaram e efetuaram diversos disparos contra as vítimas. Ainda de acordo com a polícia, para se certificarem de que o homem realmente estava morto, os criminosos enfiaram uma faca em seu coração.

As vítimas foram identificadas como Fracenildo Dias Cardoso e Elia Cavalheiro. Ele morreu no local do crime, enquanto ela foi socorrida por testemunhas e levada a Unidade de Pronto Atendimento (UP) da cidade, mas morreu no caminho.

Dias Cardoso ficou conhecido após ser um dos executores da morte do ex-deputado José Nessar, em maio de 1997, a mando da esposa da vítima. Na época, Nildo, como era conhecido, foi preso e encaminhado ao presídio São José, onde se envolveu na morte do “Ninja”, um dos mais temidos criminosos do Pará, que também estava recluso e líderava uma rebelião que acontecia no local.

Anos depois, após cumprir pena, Francenildo foi posto em liberdade, mas voltou a ser preso por inúmeros outros crimes.

Ainda de acordo com a polícia, ele era temido no município, por ser ‘matador de aluguel’, e a principal suspeita é que a execução foi um ‘acerto de contas’.

A Polícia Civil investiga esse caso.