O juiz federal Anderson Furlan, ex-presidente da associação paranaense da classe e diretor da Escola da Magistratura Federal está regendo o texto da proposta de emenda à Constituição que pretende cancelar as eleições municipais deste ano. O texto ainda sugere a extensão do mandato dos atuais prefeitos e vereadores até 2022. A mudança promoveria a unificação das eleições, algo que vem sendo debatido há alguns anos em propostas que tramitam no Congresso. O objetivo é a economia. “A ideia é não realizar eleições esse ano e concentrar esforços e recursos no combate à pandemia, prestigiando o comando que está na linha de frente do enfrentamento da crise do COVID-19 e da crise econômica”, diz o magistrado.