O uso do “vape”, cigarro eletrônico, levou a americana Juliet Roberts, de 18 anos, a ser entubada por quatro dias após ser hospitalizada com falta de ar .

A oxigenação estava tão baixa que ela não conseguia se quer ficar em pé, chamando atenção da equipe médica que a recebeu.

Ela usava o aparelho desde os 14 anos e teve danos permanentes em seus pulmões. Por conta disso a mulher contou sua história em uma de suas redes sociais para conscientizar outros jovens sobre os perigos do vape.

“Três dias depois, fui levantar da cama e caí porque não conseguia respirar, achei que fosse desmaiar. Liguei para o meu namorado, e ele me levou para o pronto-socorro. Os médicos me disseram que se eu não tivesse procurado ajuda, teria morrido. Foi muito assustador. Quando você faz um raio-X, o exame deve ser preto e as partes brancas serão apenas os ossos. O meu estava todo branco”, conta Juliet em entrevista a site de notícias.