Zilpa Soares Silva, de 27 anos foi presa nesta quinta-feira (27/06) pela Polícia Civil na Cidade Operária, em São Luís (MA), por confessar o assassinato do próprio filho de apenas 4 meses de vida. As informações são do portal G1.

“Estávamos na delegacia quando ela chegou e informou que teria matado o filho. Depois de ouvir o relato dela sobre os fatos, fomos até o local que a mulher informou e constatamos que havia uma criança em óbito dentro de uma lavanderia”, contou o delegado da Cidade Operária, Lucas Smith.

A polícia diz que a mãe estava sozinha na casa e vizinhos não ouviram nenhum barulho referente ao crime. O bebê foi encontrado dentro de um tanque com água, mas ainda não foi confirmado se a morte foi por afogamento.

“Segundo a mãe, o menino chamava-se Gladson, mas era conhecido como Samuel. Ela disse que teria dormido depois do almoço e que, depois, teria refletido por alguns minutos que não estava apta para criar a criança e que o melhor que ela teria para fazer era ceifar a vida dela. Ela disse ainda que está usando remédios controlados, inclusive o Diazepam”, contou Smith em entrevista à Rádio Mirante AM sobre o depoimento de Zilpa.

O atual companheiro da mulher foi encaminhado para prestar depoimento na delegacia.