“Fiquei com tanta dó, que dei só uma facada”, disse o assassino

Um crime chocou os moradores de São José da Vitória, cerca de 42 quilômetros de Itabuna, sul da Bahia, quando a dona de casa Maria Rita de Jesus Santos, de 40 anos foi covardemente morta a facada pelo próprio companheiro, na segunda-feira, 28/05/2018.

O criminoso confesso, movido por um ciúme doentio e possessivo conforme relatos de vizinhos, “incentivado” pela bebida, deu uma facada certeira na mulher, durante uma suposta discussão.

Após uma denúncia anônima, a Polícia Militar foi ao local do crime e encontrou Zenildo Souza de Jesus, de 36 anos, aparentemente bêbado, abraçado ao corpo ensangüentado da companheira. Ao ser questionado pelos policiais, ele confessou o crime. Em frente à casa, populares revoltados queriam linchar o elemento que escapou graças à intervenção da polícia.

No Complexo Policial de Itabuna, ele disse que há cerca de dois anos teria tomado a mulher do primeiro marido e alegou que a matou porque ela o traía e por isso brigavam muito.

O criminoso disse ao site Verdinho Itabuna que estava arrependido e tentando justificar uma atitude “benevolente” e “misericordiosa”, falou o seguinte: “Eu fiquei com tanta dó, que só dei uma facada”. Segundo ele, a mulher o xingava de corno, durante as brigas e dormia com outro na casa de uma amiga, tentou se justificar, veja o vídeo abaixo.

Informações do site Verdinho Itabuna, texto adaptado por Carlos Rheiz