A secretária de Saúde de Itiúba, depois da denúncia, disse que o motorista teria informado que costuma descansar no motel depois de dirigir por quatro horas. O rapaz, porém, não esclareceu a presença da mulher…

Um funcionário da Prefeitura de Itiúba, a 380 km de Salvador, tem utilizado uma das três ambulâncias da gestão municipal para fazer um serviço diferente na capital. Todas as segundas-feiras, o servidor usa o automóvel para ir a um motel localizado no bairro de Brotas, em Salvador. O flagrante é da equipe de reportagem do Aratu Online.

Nesta segunda (24/9), o feito se repetiu. Depois de receber uma denúncia anônima na última semana, chegamos ao local antes das 8h. Como de costume, a ambulância apareceu cerca de 20 minutos após, por volta das 8h10. Sem pressa, o motorista, que está de camisa azul, desce com sua acompanhante, vestida com uma blusa na cor branca.

É ele quem entra no prédio primeiro. Detalhe: o automóvel fica estacionado na porta do estabelecimento, visível para qualquer pessoa que passa na Avenida Teixeira Barros. Apuramos no local que, de acordo com as normas, veículos oficiais, ambulâncias e viaturas não podem ficar parados no estacionamento interno do motel.

Pouco menos de quatro horas depois, o funcionário da Prefeitura de Itiúba e a mulher saem pela mesma porta e entram no carro sem nenhuma cerimônia. No bairro, ninguém comenta o caso.