Após divulgação da FBF que o Esporte Clube Poções não dispultaria a segundona 2018, e essa noticia disseminar no Sudoeste Baiano, nossa reportagem foi em busca da verdade junto a diretoria do Clube, que em nota a imprensa Pocoense reportou.
“O E. C. Poções não voltou ainda porque o Estácio Heraldo Curvelo não tem laudos e o time não sai pra jogar em outra Praça. Temos em mãos ofício solicitando que o Poções jogasse em outra praça/cidade, mas não aceitaram tal proposta”.

“Grandes conquistas temos alcançado, a exemplo da emenda de R$ 250 ( Duzentos e Cinquenta Mil Reais) para Estrutura, e outra para o gramado. Só que dará início no segundo semestre de 2018. Se tivesse feito o famoso “Mel de Coruja” durante esses últimos DEZ anos , daria sim pra disputar. O Estádio ficou abandonado por dez anos e ninguém nunca fez ou falou nada a respeito”.

A diretoria ainda disse que: “O time está apto, e para surpresa de muitos avisamos que o E. C. Poções irá disputar em 2018 a Copa do Governador e o Intermunicipal, o qual tem cinco anos que não joga, e podemos ainda participar da Copa do Governador.
Então, o empenho existe.
O Estádio está em abandono desde 2008, portanto se não quer ajudar, não atrapalhe”. Devemos culpar quem não teve compromisso com o E. C. Poções e não agora que o a casa está arrumada, o time estava negativado junto a Federação Baiana de Futebol, a Secretaria da Fazenda e nós conseguimos reestruturar. Os tais “blogs” politiqueiro sem caráter Jefferson Almeida, e outo lixo que colocaram no ar esses dias da mesma laia  ao invés de promover as conquistas do time preferem disseminar a negatividade inexistente, publicando apenas o fato do Clube não disputar a SEGUNDONA, sem ter o mínimo de respeito em explicitar os “Porquês”, dizendo a verdade sobre todo o empenho, e, ressalto o apoio incondicional da Federação Baiana em querer a Volta do Esporte Clube Poções”, Concluiu Silvio Persi, Diretor do Esporte Clube Poções.