O senador Jaques Wagner (PT) afirmou, nesta quarta-feira (25), após participar de uma carreata em Vitória da Conquista, ao lado do candidato Zé Raimundo (PT) e da vice-prefeita Luciana Oliveira (PCdoB), que o confronto político na Capital do Sudoeste da Bahia “está muito claro”.

“De um lado temos alguém que acredita que a ofensa e a truculência podem prosperar na sociedade. Do outro lado, alguém que é afeito ao diálogo, a educar pessoas, até porque é um professor. A diferença é da água para o vinho”, afirmou o petista.

Wagner lembrou que o Partido dos Trabalhadores sempre pregou o respeito ao próximo dentro da democracia e o combate à intolerância. “Os pregadores da violência estão sendo abandonados. Começou agora nos Estados Unidos, com as eleições, e lá tinha um presidente pregador, do conflito o tempo todo”, lembrou.

Ainda de acordo com o senador baiano, a fotografia em Conquista é a mesma em Feira de Santana, São Paulo, Porto Alegre, Recife e diversas outras cidades onde candidatos e candidatas ligados aos partidos de esquerda no Brasil estão com chances reais de vitória no segundo turno das eleições municipais.

“Não vou falar do prefeito atual, mas a fotografia em São Paulo com Boulos e Erundina é a síntese de que tudo que penso na vida. A experiência e serenidade de um lado e a volúpia de um jovem querendo fazer. Essa é a combinação perfeita. A renovação”, defendeu.

Em Vitória da Conquista, Zé Raimundo, com 70 anos de idade, prefeito por dois mandatos [2002-2008] e deputado estadual por três legislaturas, dividirá suas experiências com sua vice-prefeita, Luciana Oliveira, de 37 anos. Filiada ao PCdoB, Luciana é jornalista e militante das causas das mulheres, juventude e cultura.

“Temos tudo para ganhar a eleição aqui. Peço, mais uma vez, o voto ao povo de Conquista para o 13 porque, sem dúvida alguma, Conquista será do jeito que o povo daqui gosta: respeitando a todos e cada um tocando a sua convicção”, aposta Wagner.