George Hilton Brito Pereira, de 49 anos, foi preso, na quarta-feira (16), por investigadores da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), de Teixeira de Freitas, após ser denunciado por estupro, por três de suas pacientes. Os crimes ocorreram no consultório onde ele atuava como psicólogo, no bairro Recanto do Lago, em Teixeira.

         A polícia apurou que Hilton alegava que a prática sexual fazia parte do tratamento psicológico e, assim, violentou pelo menos três mulheres, entre 19 e 20 anos. O agressor também é pastor numa igreja de Alcobaça, município distante 68 quilômetros de Teixeira, no extremo sul do estado.

A delegada Kátia Guimarães, da Deam/Teixeira, solicitou à Justiça um mandado de prisão para Hilton, com base nas denúncias. Com a ordem de prisão em mãos, policiais da unidade especializada cumpriram o mandado e Hilton, agora, encontra-se custodiado, à disposição da Justiça.