Rede Brasil Atual – O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), anunciou nesta quinta-feira (3) que irá flexibilizar o uso de máscaras contra a covid em locais abertos. A medida passa a valer a partir da próxima segunda (7). A Secretária de Saúde estadual do Rio de Janeiro foi além. A pasta deve anunciar ainda hoje a dispensa do uso da proteção facial inclusive em locais fechados. No entanto, o decreto deve garantir aos municípios a palavra final sobre a questão.

Já o governo de São Paulo deve avaliar os impactos do carnaval nos números da covid para decidir sobre a liberação do uso de máscaras nos próximos dias. Até mesmo a obrigatoriedade das máscaras nas escolas pode cair nas próximas semanas, de acordo com o secretário paulista de Educação, Rossieli Soares.

Para tais decisões, os governos se baseiam na redução nos números de casos e óbitos pela covid-19 no último período. Também apostam na vacinação como forma de conter o agravamento da doença. No entanto, apenas São Paulo atingiu mais de 80% da população com as duas doses, de acordo com painel da Rede Análise Covid-19. Esse é o percentual mínimo considerado por especialistas para a adoção de medidas de flexibilização. No Distrito Federal, esse índice está em 68,31%. No Rio, 67,75%..

Além disso, a cobertura da dose de reforço, necessária para impedir casos graves causados pela ômicron, é ainda menor. Mesmo em São Paulo, com a imunização mais avançada, apenas 35% estão completamente vacinados. No Rio e no Distrito Federal, são apenas 27,89% e 26,5% respectivamente.