China diz que vacinou 1 milhão de pessoas contra Covid-19 e não detectou reação adversa

Foto: Divulgação / Coronavac

Oficial da Comissão Nacional de Saúde da China (NHC), que comanda o desenvolvimento de vacinas contra a Covid-19 no país, Zheng Zhongwei disse neste sábado (19) que o país já vacinou mais de 1 milhão de pessoas com doses de emergência e que “nenhuma reação adversa séria” foi detectada, conforme informações do portal G1.

“Para as vacinas em que estamos avançando muito rapidamente, o número de casos necessários para o estágio intermediário dos testes clínicos de fase 3 já foi obtido”, disse Zheng. Os dados das aplicações, feitas em grupos de alto risco, foram encaminhados ao órgão regulador local para análise.

Até fevereiro de 2021, a China planeja vacinar até 50 milhões de pessoas. A capital, Pequim, deverá distribuir cerca de 100 milhões de doses feitas pela Sinopharm e pela Sinovac, esta última também em testes e desenvolvimento no Brasil em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo.

Uma vacina do laboratório CanSino Biologics Inc também já foi aprovada para uso emergencial na China, mas estará restrita aos militares.