A prefeitura de Salvador anunciou a entrada da capital, a partir desta sexta-feira, 9, na fase verde do plano de reabertura das atividades econômicas.

Com isso, será retomado o funcionamento em horário livre e todos os dias de teatros, parques de diversão, quadras e campos públicos municipais. Os parques públicos podem funcionar, mas de segunda a sábado. O acesso às praias estará permitido de segunda a sábado, também sem restrição de horário – com a exceção da praia do Porto da Barra, que estará liberada de terça a sábado. Um novo decreto estadual modifica o horário do toque de recolher, que passa a valer de 0h às 5h.

Os eventos desportivos coletivos e amadores estão autorizados, mas sem a presença de público. Voltam a funcionar centros culturais, das 10h às 20h, desde que obedeça a limitação de 50% da capacidade local. Museus, parques de exposições e espaços congêneres devem respeitar o distanciamento mínimo de 1,5m, sendo vedada a realização de excursões para visitações desses equipamentos.

O decreto mantém os atos religiosos litúrgicos com a ocupação limitada a 50% da capacidade do local. Academias também podem manter o funcionamento, desde que limitem a ocupação a 50% da capacidade.

Haverá novo horário de funcionamento do comércio de rua, das 9h às 19h; shoppings centers, centros comerciais e semelhantes, das 10h às 22h; e restaurantes, bares, pizzarias, temakerias e similares, das 11h às 23h30.

Outras atividades voltam a funcionar como circos, campos e quadras municipais, parques municipais, museus, espaços culturais e teatros, dentre outros. As informações completas estarão publicadas no Diário Oficial do Município (DOM).

A decisão de flexibilizar ainda mais as medidas de enfrentamento à pandemia foi tomada após entendimento entre o prefeito Bruno Reis e o governador Rui Costa, devido à queda das taxas de ocupação de leitos de UTI.

Pelo terceiro dia seguido, a ocupação de leitos de UTI adulto para pacientes com Covid-19 não superou 60% em Salvador. Os últimos dados apontam ocupação de 58%.

Transporte

Entre os dias 9 de julho  e 23 de julho, a circulação dos meios de transporte metropolitanos fica suspensa no período das 0h30 às 5h. Durante o intervalo de datas, os ferry boats não circulam das 23h às 5h, respeitadas as normas editadas pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba).

Aulas

As unidades de ensino públicas e particulares podem manter as atividades de forma semipresencial. Para que isso ocorra, é necessário que a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid-19 esteja abaixo de 75%, por cinco dias consecutivos, nas regiões de saúde. A realização das atividades letivas semipresenciais fica condicionada à ocupação máxima de 50% da sala de aula.

Sem mudança

Prosseguem com abertura todos os dias e em horário livre: serviços de saúde públicos e de pronto-atendimento; consultórios, clínicas particulares, odontológicas e de estética; supermercados, panificadoras, delicatessens, açougues e conveniências; farmácias e drogarias; agências bancárias e lotéricas; laboratórios de análises clínicas; postos de combustíveis e pontos de vendas de gás de cozinha; call centers; oficinas mecânicas e borracharias; cemitérios e serviços funerários; hotéis, pousadas e demais estabelecimentos de alojamento; academias de ginástica e similares; cursos livres; templos religiosos e igrejas; indústria; funcionalismo público não essencial; centros e espaços de convenção; e clubes sociais, recreativos e esportivos.

Funcionam também todos os dias: construção civil, das 7h às 17h; escritórios administrativos (contabilidade, consultoria e similares) e de advocacia, das 10h às 19h; autoescolas, das 10h às 20h; barbearias, salões de beleza e similares, das 9h às 20h; e cinemas, das 10h às 23h.