morte-sonora-idest3
Fonte: Correio do Estado

A criança de 7 anos encontrada morta ao lado da mãe, de 38 anos, que estava inconsciente, foi morta por asfixia e tinha marcas de violência sexual. O padrasto, de 63 anos, é suspeito do crime e foi preso, em Sonora. Conforme informações do site Idest, a menina e a mãe foram encontradas inconscientes no quarto da residência onde morava. Polícia Militar constatou que a criança já estava morta, enquanto a mulher foi encaminhada para o hospital.

O próprio esposo da mulher e padrasto da criança disse à polícia que suspeitava que a mulher teria dado altas quantidades de remédios para a criança e se dopado. Corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Coxim e, durante exame necroscópico, foi constatado que ela foi morta por asfixia e que havia vestígios de violência sexual antes e depois da morte.

A mulher recebeu alta do hospital e, em depoimento, disse que misturou cerveja com remédios, que toma para depressão, e não viu nada. O homem foi preso e autuado por homicídio e, se for constatado, também responderá por estupro de vulnerável.