O Conselheiro Tutelar e atualmente candidato a reeleição no cargo Antônio Marcos divulgou em suas redes sociais texto em que se defende de denuncias caluniosas sofridas por eles, acompanhe abaixo texto na íntegra:

Prezados [email protected], utilizo-me deste, para esclarecer a todos que no último final de semana fui tomado de espanto ao ter conhecimento de uma FALSA DENÚNCIA CRIMINAL, CALUNIOSA E DIFAMATÓRIA CONTRA A MINHA PESSOA.

Quem me conhece, sabe da minha procedência, da minha conduta e não é à toa que ao disponibilizar o meu nome mais uma vez a concorrer a uma das cinco vagas ao Conselho Tutelar de Poções, a população abraçou com garra, pois sabe do meu compromisso.

Embora pessoas de má índole tenham tentado me constrager, caluniando-me e até mesmo chamamdo a polícia contra mim; ou seja, usando de forma irresponsável um serviço essencial à segurança e proteção da sociedade com o intuito de me intimidar, eu, ciente que nada tenho a temer e ciente que fui vitima de um plano arquitetado, procurei pessoalmente a Polícia Civil da cidade de Poções, registrei um Boletim de Ocorrência e insisti para que a pessoa que de fato cometeu um crime, seja responsabilizada.

Nada Tenho a Temer!
Ninguém me intimidará!
Construí a minha história com muito suor, muito estudo e seriedade.

Portanto, informo aos que estão mancumunados com a Sra. Karine Macêdo, que não temerei em incorrê-los nos mesmos crimes praticados por ela contra a minha pessoa, contra a minha honra.

Acionei algumas instâncias colegiadas voltadas à Garantia dos Direitos das Crianças e Adolescentes, a nível estadual e nacional. Sou apaixonado pelo  que faço e não permitirei que maculem o meu nome, nem que escarneiem um órgão tão sério e de fundamental importância como o CONSELHO TUTELAR.

Estou na luta. Não recuarei, pois se os homens e mulheres de bem se amedrontarem, os serviços serão ocupados por pessoas de má indole e sem compromisso com a camada sa sociedade que mais necessita.

Apresentei a minha defesa, agora desafio a CALUNIADORA de mostrar a sua verdade.

Meus agradecimentos à ACTEBA que conhece a minha história e sabe do compromisso que tenho à frente do CONSELHO TUTELAR DE POÇÕES.