Mariana Godoy e Bolsonaro
Mariana Godoy e Bolsonaro (Foto: Reprodução)

Por Guilherme Amado, em sua coluna no portal Metrópoles – Um assessor do gabinete de Jair Bolsonaro atacou em suas redes sociais o jornalismo de uma das emissoras mais próximas do presidente, a TV Record. Max Guilherme, sargento da PM do Rio de Janeiro e atualmente assessor especial do presidente, afirmou que o jornalismo da emissora é “totalmente comunista”.

Max Guilherme compartilhou um vídeo da jornalista Mariana Godoy, que acertadamente chamava de “bizarra” a live do presidente na quinta-feira (29), com críticas.

“Bizarra é você e esse jornalismo totalmente comunista, que não leva informação nenhuma e sim ideologia socialista. As máscaras vão caindo e vocês vão só perdendo credibilidade”, escreveu o assessor.