GUANAMBI – Os corpos da técnica de enfermagem Alcione Malheiros Teixeira Ribeiro, 42 anos, e de sua filha, Ana Júlia Teixeira Fernandes, de 16 anos, foram encontrados na tarde deste domingo (12) em Guanambi, no Sudoeste da Bahia.

Os corpos foram encontrados por volta das 14h, na ponte do Rio Carnaíba, na BR-030. Em um áudio compartilhado nas redes sociais, o irmão de Alcione afirma que ela saiu com sua sobrinha para encontrar com ele em um sítio, mas foram interceptadas no caminho e mortas.

A Polícia Militar (PM) esteve no local do crime, mas não divulgou nenhuma informação até o fechamento desta matéria. A informação do irmão da vítima não foi confirmada pela PM.

De acordo com informação da Polícia Civil (PC), as investigações estão em andamento neste momento. Os corpos foram encaminhados ao IML – Instituto Médico Legal.

Em nota divulgada no início da noite, a direção do Hospital Geral de Guanambi (HGG), lamentou o falecimento da servidora.

O QUE SE SABE ATÉ O MOMENTO – Familiares de Alcione Malheiros Teixeira Ribeiro, e de Ana Júlia Teixeira Fernandes, emitiram nota comunicando os falecimentos de mãe e filha, ocorridos de forma violenta na tarde deste domingo (12), em Guanambi.

Segundo o comunicado, os corpos serão velados a partir de 8h desta segunda-feira (13), no salão da Pai Bahia, localizando na rua Dr. José Humberto Nunes, 1.679, bairro São Francisco. O horário e local do sepultamento ainda não foram divulgados.

Os corpos da mãe e da adolescente foram encontrados ao lado da ponte sobre o rio Carnaíba de Dentro, na BR-030, saída de Guanambi para Palmas de Monte Alto. Até as primeiras horas da manhã, as autoridades policiais ainda não tinham se pronunciado sobre o ocorrido.

Também não foram divulgadas as conclusões preliminares da perícia e da necropsia dos corpos, feitas pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT). Os exames devem apontar as causas das mortes e se elas foram vítimas de violência sexual.

As informações difundidas até agora são de que as duas estavam caminhando pelo local quando foram surpreendidas por dois homens em uma moto, que as arrastaram para o mato e cometeram os crimes. Eles teriam perdido a chave da motocicleta e deixado o veículo às margens da rodovia, fugindo a pé. No entanto, a polícia ainda não confirmou nenhum detalhe sobre os fatos.

O crime chocou a cidade e as informações sobre as reais circunstâncias do ocorrido seguem de posse da Polícia Civil, que faz a investigação e deve se manifestar nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira.

Muitas homenagens e manifestações de pesar foram emitidas pelas redes sociais. O Hospital Geral de Guanambi, onde Alcione trabalhava como Técnica de Enfermagem, e o Colégio Estadual Idalice Nunes, onde  Ana Júlia estudava, emitiram notas lamentando as mortes.