[Lula vai ser reafirmado candidato independentemente do resultado, afirma Rui Costa]

O governador Rui Costa (PT) afirma que a condenação do ex-presidente Lula na primeira instância foi uma injustiça, que precisa ser corrigida pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4). A Corte julga, nesta quarta-feira (24), os recursos apresentados pelo ex-presidente contra sua condenação a 9,6 anos de prisão pelo juiz federal Sérgio Moro.

“Minha expectativa é que seja feita justiça. Cada vez que ouço mais juristas falando, mais me convenço da brutal injustiça que está sendo feita, que foi feita pelo juiz de primeira instância, e espero que isso seja modificado agora na segunda instância”, apontou o governador durante assinatura da ordem de serviço para construção de casas no bairro do Bonfim, em Salvador.

Questionado se concorda com a tese de o PT adotar um plano B em caso da condenação de Lula ser mantida, o governador afirma que não existe esta hipótese. “Nós não temos plano B. O plano único é Lula para presidente”, reiterou.

“Lula vai ser reafirmado candidato independentemente do resultado do julgamento”, ressaltou.