Em 24 horas, mais 11 mortes pelo novo coronavírus no Brasil foram registradas pelo Ministério da Saúde, segundo boletim divulgado na tarde desta quarta-feira (25). O número de óbitos, que ontem eram 46, subiu para 57.

Em três dias, o número de mortes aumentou 128%. Já são 2.425 casos confirmados do vírus em todo o país. Foram registradas as primeiras mortes em Pernambuco, Amazonas e Rio Grande do Sul.

São Paulo é o estado com mais casos confirmados, 860, e com mais mortes, 46. Seguido do Rio de Janeiro, com 370 casos e seis mortes.

Mandetta analisou como os casos estão espalhados pelo Brasil. Ele afirmou que “chama a atenção” o Acre, que tem 23 casos e uma população pequena.

Ele também projetou que a taxa de letalidade vai diminuir no Brasil, já que será ampliada nas próximas semanas a aplicação dos testes.

Em 24 horas, mais 11 mortes pelo novo coronavírus no Brasil foram registradas pelo Ministério da Saúde, segundo boletim divulgado na tarde desta quarta-feira (25). O número de óbitos, que ontem eram 46, subiu para 57.

Em três dias, o número de mortes aumentou 128%. Já são 2.425 casos confirmados do vírus em todo o país. Foram registradas as primeiras mortes em Pernambuco, Amazonas e Rio Grande do Sul.

São Paulo é o estado com mais casos confirmados, 860, e com mais mortes, 46. Seguido do Rio de Janeiro, com 370 casos e seis mortes.

Mandetta analisou como os casos estão espalhados pelo Brasil. Ele afirmou que “chama a atenção” o Acre, que tem 23 casos e uma população pequena.

Ele também projetou que a taxa de letalidade vai diminuir no Brasil, já que será ampliada nas próximas semanas a aplicação dos testes.