Mais de 800 policiais civis de todo o estado cumpriram mandados de prisão em mais de 400 municípios baianos nesta quinta-feira, 21 de março, durante a 12ª fase da Operação Unum Corpus.

Na Região de Guanambi, a 22ª Coordenadoria de Polícia do Interior (22ª Coorpin) cumpriu mandados de busca e apreensão e prisão contra suspeitos de homicídio, tráfico de drogas, estupro, violência doméstica e familiar, crimes contra a vida e patrimônio.

Durante as diligências, por meio de mandado de prisão preventiva, seis investigados foram localizados, além de três por mandados de prisão por temporária. Outros três foram presos em flagrante, totalizando doze pessoas presas.

Dentre os presos, quatro são investigado por homicídio, sendo dois encontrados em Caetité, um em Guanambi e outro em Tanque Novo.

Na cidade de Carinhanha, duas mulheres que não tiveram seus nomes divulgados foram presas. Uma estava em posse de uma arma de fogo e a outra com drogas. Já um menor de idade foi apreendido por determinação judicial e outro vai responder por crime análogo a posse de arma de fogo e drogas.

Na residência de um dos Investigados, foram apreendidos armas, drogas, veículos e um  Circuito Interno de TV (CFTV). Com essa apreensão, a Policia Civil instaurou um procedimento investigativo com a finalidade de apurar a conduta dos demais membros da facção liderada por um dos gerentes do tráfico de drogas, conhecido como Sapão.

Há, também, prisões contra suspeitos de violência doméstica e familiar e crimes contra o patrimônio, inclusive um estelionatário foi preso devido à prática de vários crimes na cidade de Guanambi.

A operação foi composta por 30 policiais civis e 6 viaturas. As ações desenvolvidas pelos policiais ocorreram com o apoio da equipe da Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (CATI).

Todos os envolvidos foram submetidos aos exames de corpo de delito, todo o material foi encaminhado ao DPT – Departamento de Polícia Técnica – e está à disposição do Poder Judiciário.

Balanço

De acordo com a Polícia Civil,405 pessoas tiveram mandados de prisão cumpridos e prisões em flagrante efetuadas. na 12ª Fase da Operação Unum Corpus, deflagrada, realizada em 406 municípios baianos. Nas ações também foram apreendidos 49 armas de fogo, aproximadamente 10 quilos de drogas e 13 veículos.

Entre os criminosos alcançados, dois morreram em confronto com as equipes da Polícia Civil. Cerca de 800 policiais das 26 Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior (Coorpins) e das 12 equipes da Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (Cati), cumpriram 320 mandados de prisão e 270 de busca e apreensão, além de 52 prisões em flagrante e a apreensão de 10 adolescentes.

Entre os 405 presos, 105 são acusados de crimes contra a vida, 50 por tráfico de drogas, 61 por crimes contra o patrimônio, 39 por estupro e 48 por violência doméstica e familiar, além de outros crimes. Três lideranças criminosas com forte atuação foram alcançadas, entre estas, o Pedro Víctor Fatel Costa Leite, o “Fatel”, líder de um grupo vinculado a uma facção do Rio de Janeiro, responsável pelo tráfico de drogas e homicídios nas regiões sudoeste, baixo sul e sul da Bahia.

Ao longo das 12 fases da Operação Unum Corpus, 2.016 pessoas foram presas, 349 armas de fogo foram apreendidas e 1.952 mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

Mais de 300 mandados de prisão e de busca e apreensão são cumpridos durante as ações desenvolvidas pelos policiais do Departamento de Polícia do Interior (Depin), com o apoio das 12 equipes da Coordenação de Apoio Técnico à Investigação (CATI) e do Departamento de Inteligência Policial (DIP).
Compartilhe: